Edição 547 | 05 Abril 2021

Os Direitos Humanos como parâmetro para as democracias contemporâneas: o caso brasileiro | Cadernos IHU ideias

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

2021-04-05 00:00:30


 

O artigo discute os direitos humanos como parâmetro das democracias contemporâneas do século XXI, incluindo o Brasil. Tem o propósito de argumentar que o direito é historicamente construído nas contingências e nas circunstâncias culturais das sociedades. A filosofia, portanto, tem importância fundamental na construção do modelo democrático que se experimenta nos dias atuais, pois é por meio da dialética no silogismo aristotélico que se constrói o litígio do contraditório no ordenamento legal contemporâneo. Traz à discussão, em tom de fundamentação teórica, a conjuntura internacional dos direitos humanos de agendas positivas situadas nas práticas econômicas liberais do século XX voltados para a qualidade de vida planetária.


 

José Dalvo Santiago da Cruz, amazonense de Humaitá, professor de filosofia e antropologia. Atuou como professor de alfabetização em área indígena Waimiri-Atroari (Amazonas) e Yanomami (Amazonas), professor de filosofia e de antropologia em faculdades particulares e na Universidade do Estado do Amazonas. Cursou filosofia na FAI em São Paulo, Antropologia na Amazônia na UFAM em Manaus e Educação na PUC-SP. Publicou e-book intitulado "Índios na diversidade cultural e histórica brasileira, filosofia e ética", dentre outros artigos acadêmicos nas áreas em que atua como docente.

Últimas edições

  • Edição 547

    Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

    Ver edição
  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição