Edição 541 | 16 Setembro 2019

Linha do tempo

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Confira algumas notícias publicadas recentemente no sítio do Instituto Humanitas Unisinos – IHU

A desatenção e as ideologias que inebriam entendimento de um Brasil real

José de Souza Martins, em sua palestra na Unisinos, disse que é preciso estar atento à realidade local, com as suas particularidades. Por isso, se torna inviável a simples aplicabilidade de teorias importadas. “Não dá para aplicar, porque somos outras sociedades. As sociedades têm originalidade. E o Brasil tem a sua”, reitera.

Reportagem de João Vitor Santos, publicada nas Notícias do Dia de 11-9-2019.

*****

“Aversão profunda” de Bolsonaro aos indígenas define políticas do governo, diz sertanista

Para Sydney Possuelo, indigenista e ex-presidente da Funai, Bolsonaro é influenciado por corrente militar que se opõe a Rondon e prega a extinção das culturas indígenas.

A reportagem é de Vasconcelo Quadros, publicada por Agência Pública, 4-9-2019 e reproduzida nas Notícias do Dia de 10-9-2019.

*****

'Quem mora na periferia recebe a maior dose de poluição', alerta médico

"Onde tem mais carro, tem mais poluição. Mas quem leva o carbono nos pulmões? Quem mora na periferia", afirma Paulo Saldiva. "É justamente esse pessoal que tem menos condições de controlar doenças cardíacas, a saúde respiratória, diabetes, é quem vai receber a maior dose de poluição."

A entrevista é de Mariana Alvim, publicada por BBC Brasil, reproduzida nas Notícias do Dia de 9-9-2019.

*****

O Papa Francisco e a crise climática: “Vamos salvar as florestas”

Francisco fala ao mundo: se é verdade, de fato, que algumas atividades que interferem no meio ambiente "são aquelas que garantem no momento sua sobrevivência", é igualmente evidente que o próprio ambiente precisa de "proteção".

A reportagem é de Paolo Rodari, publicada por La Repubblica, reproduzida nas Notícias do Dia de 9-9-2019.

*****

“A desigualdade é ideológica e política”: extratos do novo livro de Thomas Piketty

O economista francês publica, nessa quinta-feira, 12 de setembro, pelas edições Seuil, Capital e Ideologia, um livro que investiga a formação e a justificativa das desigualdades. Le Monde publica alguns extratos.

Os fragmentos do novo livro de Thomas Piketty foram reproduzidos nas Notícias do Dia de 12-9-2019.

*****
"O reacionário quer ser o mestre da história". Entrevista com Mark Lilla

Em Esprit de réaction (Espírito de reação, Desclée de Brouwer), o cientista político norte-americano Mark Lilla se pergunta por que a nostalgia está experimentando um reavivamento entre os dirigentes populistas.

A entrevista é de Pascale Tournier, publicada por La Vie, reproduzida nas Notícias do Dia de 13-9-2019.

Últimas edições

  • Edição 542

    Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

    Ver edição
  • Edição 541

    Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

    Ver edição
  • Edição 540

    Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

    Ver edição