Edição 524 | 18 Junho 2018

Os documentos eclesiais pós-sinodais “Familiaris Consortio” de Wojtyla e “Amoris Laetitia” de Bergoglio como respostas aos desafios da pastoral matrimonial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

O Cadernos Teologia Pública, em seu número 133, apresenta o artigo de José Roque Junges que analisa os dois documentos pós-sinodais da Igreja Católica que trataram do matrimônio, nos últimos anos, Familiaris Consortio, de Wojtyla (1982), e Amoris Laetitia, de Bergoglio (2016), tendo como foco as respostas aos desafios da vivência matrimonial. O primeiro documento tem uma perspectiva canônico-moral ao propor respostas aos problemas enfrentados pelos casais, enquanto que o segundo se caracteriza por um enfoque mistagógico-espiritual da vida matrimonial. Essa diferença de perspectiva poderia ser interpretada como uma reedição da controvérsia que, no século XVIII, opôs os dois sistemas que, naquela época, tentavam dar respostas aos problemas morais: o probabilismo que acentuava a consciência, defendido pelos jesuítas, e o probabiliorismo, centrado na lei, assumido pelos dominicanos. Essa diferença aparece quando se considera o modo de tratar a questão da eucaristia aos divorciados nos dois documentos.

 

José Roque Junges é graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1973), especialista em História do Brasil Contemporâneo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1978), mestre em Teologia pela Pontifícia Universidad Catolica de Chile (1980) e doutor em Teologia Moral pela Pontifícia Università Gregoriana de Roma, Itália (1985). Atualmente é professor de bioética nos cursos de graduação da área de saúde e professor/pesquisador, além de atual coordenador, do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Acesse a versão completa do artigo em PDF.

Esta e outras edições dos Cadernos IHU também podem ser obtidas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos - IHU, no campus São Leopoldo da Unisinos (Av. Unisinos, 950), ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Informações pelo telefone (51) 3590-8213.

Últimas edições

  • Edição 524

    Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

    Ver edição
  • Edição 523

    A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

    Ver edição
  • Edição 522

    A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

    Ver edição