Edição | 09 Abril 2018

A transformação do mundo em película pensante

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Ricardo Machado

Depois de lançar o livro Dos Meios à Midiatização. Um Conceito em Evolução (São Leopoldo: Unisinos, 2017), na versão impressa no final do ano passado, a editora Unisinos disponibiliza a versão e-book da obra do Prof. Dr. Pedro Gilberto Gomes. O livro, publicado nos idiomas português e inglês, retoma a trajetória da pesquisa em comunicação, revisitando desde o funcionalismo norte-americano até as sociedades contemporâneas, descritas pelo autor como “sociedades em midiatização”.

Uma das intuições interessantes da obra é, a partir das leituras de Teilhard de Chardin em perspectiva com McLuhan, a descrição de como o planeta acabou transformando-se em uma película pensante. A proposta apresenta as tecnologias, digitais e comunicacionais, não como aparatos tecnológicos artificiais totalmente alheios aos humanos, senão como parte da evolução de nosso sistema nervoso.

 

Em reportagem publicada na edição 517 da revista IHU On-Line, em dezembro de 2017, o professor Göran Bolin, do Departamento de Mídia & Estudos de Comunicação da Södertörn University, na Suécia, vê na obra novas abordagens sobre o tema. “Compartilho totalmente da sua abordagem da análise da paisagem midiática (como geralmente me refiro à totalidade da mídia e da infraestrutura da comunicação e a conteúdos que nos rodeiam) e também acho que se trata de uma parte central do processo de midiatização ou, talvez, dos processos ‘midiáticos’ a que se refere”, pontua.

Últimas edições

  • Edição 524

    Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

    Ver edição
  • Edição 523

    A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

    Ver edição
  • Edição 522

    A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

    Ver edição