Edição 517 | 18 Dezembro 2017

Theodoro Sampaio

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Theodoro Fernandes Sampaio nasceu no recôncavo baiano, em Santo Amaro da Purificação, no ano de 1855. Filho de uma escrava, Theodoro Sampaio leva o sobrenome do padre Manuel Fernandes Sampaio, que teria comprado sua alforria. Foi esse mesmo sacerdote que permitiu a Theodoro Sampaio estudar em bons colégios no Rio de Janeiro e São Paulo. Em 1877, Theodoro formou-se engenheiro civil pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro.

Foto: Wikipédia

Os relatos biográficos sobre Theodoro Sampaio são discretos em relação à sua família, mas o que as circunstâncias levam a crer é que foi ele quem, em 1877, ao se formar engenheiro, foi à Bahia comprar a alforria de seus irmãos. Theodoro foi um dos maiores nomes da engenharia no Brasil e fez parte, inclusive, de uma comissão criada por dom Pedro II para propor melhorias no Porto de Santos, em São Paulo.

Theodoro Sampaio foi responsável pela criação do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo em 1894, foi membro do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, que presidiu em 1922, e sócio do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. No seu currículo ainda consta a participação como um dos fundadores da Escola Politécnica, que hoje integra o corpo da Universidade de São Paulo - USP.

Principais livros de Theodoro Sampaio editados mais recentemente: O rio São Francisco e a Chapada Diamantina (São Paulo: Companhia das Letras, 2002), São Paulo no Século XIX e outros ciclos históricos (Petrópolis: Vozes, 1978) e O Tupi na Geografia Nacional (São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1987).■

Últimas edições

  • Edição 524

    Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

    Ver edição
  • Edição 523

    A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

    Ver edição
  • Edição 522

    A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

    Ver edição