Edição 502 | 10 Abril 2017

A constituição da Dignidade Humana: aportes para uma discussão pós-metafísica

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

A edição 119 do Cadernos Teologia Pública apresenta o artigo A constituição da Dignidade Humana: aportes para uma discussão pós-metafísica, de Thyeles Moratti Precilio Borcarte Strelhow, das Faculdades EST. O objetivo do texto é discutir o conceito de dignidade humana numa perspectiva relacional coletiva que aponte caminhos para a elaboração de uma cidadania participativa.

O conceito de dignidade humana é elemento chave nas discussões de direitos humanos. É ele que, de certa forma, embasa e rege a constituição dos direitos da humanidade. Por outro lado, por seu uso indiscriminado, o termo dignidade humana parece estar esvaziado de sentido. Há muito se tornou um elemento presente em praticamente todos os discursos humanitários, mas sem efetividade concreta, acabando por nada dizer. Isto porque comumente os direitos humanos são pisoteados e esfolados na vida das pessoas, principalmente dos mais pobres. A pretensa igualdade já não dá respostas aos desafios atuais, pelo contrário, o que se percebe é a agudização da desigualdade econômica, social e política.

Neste sentido, é mister que se reinterprete a dignidade humana na perspectiva da coletividade, com sua construção a partir das relações sociais. Desta forma, é possível discutir uma cidadania participativa elaborada para além da representação. As representatividades já não conseguem responder às necessidades reais de pessoas reais. Estas também já não se contentam apenas com o direito ao sufrágio universal. Há que se ter como prioridade prática, não apenas discursiva, elementos que atendam aos anseios sociais da maioria e não apenas das corporações.

Esta e outras edições do Cadernos Teologia Pública podem ser obtidas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, no campus São Leopoldo da Unisinos (Av. Unisinos, 950), ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Informações pelo telefone (51) 3590-8213.

Últimas edições

  • Edição 505

    Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

    Ver edição
  • Edição 504

    Pier Paolo Pasolini Um trágico moderno e sua nostalgia do sagrado

    Ver edição
  • Edição 503

    A ‘uberização’ e as encruzilhadas do mundo do trabalho

    Ver edição