Edição 499 | 19 Dezembro 2016

A Igreja em um contexto de “Reforma digital”: rumo a um sensus fidelium digitalis?

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Moisés Sbardelotto, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, assina o artigo A Igreja em um contexto de “Reforma digital”: rumo a um sensus fidelium digitalis?, no número 116 do Cadernos Teologia Pública.

O autor busca constituir sua reflexão no contexto de midiatização digital em que a Igreja e a sociedade em geral passam a ter novas possibilidades na construção de sentido. Assim, Moisés quer observar “os desafios apresentados pelas mudanças comunicacionais contemporâneas às Igrejas e às religiões, entendidas a partir do conceito de ‘Reforma digital’”. “A partir do caso católico, examinam-se documentos pontifícios que revelam a compreensão da Igreja sobre tais mudanças, especialmente as recentes mensagens anuais para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, articulando-os com entrevistas com responsáveis pela comunicação vaticana”, destaca Moisés. No texto, o autor ainda destaca “algumas respostas da Igreja Católica a tal fenômeno, mediante aquilo que chamamos de ‘Contrarreforma digital’. Sugere-se que os processos comunicacionais de construção do ‘ser católico’ contemporâneo podem estar dando origem a formas novas e renovadas de constituição e manifestação do sensus fidelium, agora encarnado no ambiente digital”. 

Acesse o artigo completo em versão PDF.

Esta e outras edições dos Cadernos Teologia Pública podem ser obtidas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, no campus São Leopoldo da Unisinos (Av. Unisinos, 950), ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Informações pelo telefone 55 (51) 3590-8213.

Últimas edições

  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição
  • Edição 543

    Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

    Ver edição