Edição 207 | 04 Dezembro 2006

Frases da semana

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Necessidade de Deus?

“Toda busca que encontra Deus no fim do caminho nasce de um orgulho mal-informado: o homem não aceita o absurdo de sua condição, a falta de sentido para a vida -a própria e a geral. Então, a presença de Deus se encaixa no problema, peça de armar que completa a paisagem, feita à imagem e semelhança do próprio problema. O homem criou Deus para se justificar, para continuar sendo diferente das beterrabas e dos siris. Daí a necessidade de Deus e de sua criatura, o homem” - Carlos Heitor Cony, escritor – Folha de S. Paulo, 28-11-2006.

Voto de pobreza

 “Ministros do Supremo já fizeram voto de pobreza” - Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) – Estado de S. Paulo, 29-11-2006.
'Eu poderia estar aposentado aos 49 anos, ganhando a mesma coisa que ganho. Se tivesse saído, os cofres públicos teriam de pagar dois salários, o meu e o do meu sucessor” - Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) – Estado de S. Paulo, 29-11-2006.

Esquerda briga

 “Tem que ter a coragem de fazer uma auto-crítica profunda: por que brigamos tanto uns com os outros? A queda do muro (de Berlim) nos deixou tontos. No caso da Argentina estamos deixando bandeiras que têm de ser nossas, democráticas, para a direita”- Norma Morandini, jornalista e deputada argentina – Agência Repórter Social, 27-11-2006.

Crescimento econômico

“O crescimento deve continuar na faixa de 3%. Mas se crescermos 3%, ou 3,5%, e não 5%, não quer dizer que a situação não tenha melhorado. Há muito tempo que o Brasil não cresce a 3% por vários anos, com a inflação controlada. Para mudar de patamar, porém, é preciso de uma série de reformas que não estamos vendo” - Gino Olivares, economista-chefe do Opportunity – O Estado de S. Paulo, 30-11-2006.

A dívida pública com juro real de 10%, maior do que o crescimento do produto (3%), não é sustentável. A cada ano que se passa nessa situação, transferimos 7% do produto de quem trabalha para quem recebe juros sem trabalhar, os capitalistas aposentados. Em 10 anos, precisaríamos usar todo o PIB para pagar juros. Já passaram quatro anos" -  João Sayad, economista – Folha de S. Paulo, 4-12-2006.

Sociedade socialista, cristã e bolivariana

“Agora começa a construção de uma sociedade nova, socialista, cristã e bolivariana” –Hugo Chávez, ao ser reeleito presidente da Venezuela – La Repubblica, 4-12-2006.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição