Edição 491 | 22 Agosto 2016

SUS por um fio. De sistema público e universal de saúde a simples negócio

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

O Sistema Único de Saúde - SUS tem sido amplamente debatido e defendido nas páginas impressas e eletrônicas do Instituto Humanitas Unisinos – IHU. A este tema foram dedicadas inúmeras entrevistas e artigos. A revista IHU On-Line desta semana volta ao tema pois, se é verdade que o SUS sempre tem vivido em crises, nenhuma é de tal gravidade com a atual.

No debate promovido pela presente edição participam:

 

Jairnilson Silva Paim, professor de Política de Saúde do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia – UFBA;

 

Simone Paulon, psicóloga e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS;

 

Cristiani Machado, pesquisadora e docente da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz - ENSP/Fiocruz;

 

Carlos Ocké-Reis, economista, doutor em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ e pós-doutor pela Yale School of Management (New Haven, EUA);

 

José Antonio Sestelo, dentista e vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva – Abrasco;

 

Rosa Maria Marques, professora titular do Departamento de Economia e do Programa de Estudos Pós-graduados em Economia Política da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP;

 

Áquilas Mendes, professor de Economia da Saúde na Universidade de São Paulo – USP e

 

Júlio de Matos, diretor Geral e de Relações Institucionais da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

 

Na semana em que ocorre o aniversário da morte de Getúlio Vargas, Maria Izabel Noll, graduada em História e mestra em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS e doutora em Ciência Política pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris, proferirá na próxima quinta-feira, 25 de agosto, a conferência “Getúlio Vargas e o positivismo”, que também é o tema da entrevista publicada nesta edição.

 

Preparando o IV Colóquio Internacional IHU ‘Políticas Públicas, Financeirização e Crise Sistêmica’, a ser realizado nos dias 13 e 14 de setembro, o Prof. Dr. Róber Iturriet Avila, professor da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos e pesquisador da Fundação de Economia e Estatística – FEE, apresentará e debaterá na próxima terça-feira, 23 de setembro, o livro de Gaël Giraud, “Ilusão financeira: dos subprimes à transição ecológica” (São Paulo: Loyola, 2015). Giraud é jesuíta e economista francês, que participará do Colóquio. “Transição ecológica como caminho para estancar a crise econômica ” é o título da resenha do livro de G. Giraud elaborada pelo economista e professor da Unisinos.

 

No próximo dia 1º de setembro, Moisés Sbardelotto, doutor em Comunicação, proferirá a conferência “E o Verbo se fez rede”: religiosidades em reconstrução no ambiente digital. Na entrevista publicada nesta edição, ele analisa como os atravessamentos do processo de midiatização, a partir das redes sociais, modificam a relação entre Igreja Católica e seus fiéis.

 

Por sua vez, Cybeli Moraes, jornalista, mestra e doutora em Comunicação, que reflete sobre caminhos para a formação cidadã através dos meios e veículos de comunicação e o conceito de comunicação para a cidadania.

 

Também pode ser lida nessa edição a entrevista com a psicóloga e psicanalista Diana Corso e o artigo “A Governança global do poder realmente existente”, de Bruno Lima Rocha, professor de Relações Internacionais da Unisinos.

 

A todas e a todos uma boa leitura e uma excelente semana!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição