Edição 466 | 01 Junho 2015

Neurofuturos para sociedades de controle

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Cadernos IHU ideias, em sua 221ª edição, traz o artigo Neurofuturos para sociedades de controle, de Timothy Lenoir, atual ocupante da Cátedra J. Jenkins para Novas Tecnologias em Sociedade da Duke University.
Neurofuturos para sociedades de controle

Neste trabalho, são sistematizadas linhas de sinergia e convergência entre várias áreas da neurociência, genética, engenharia e mídia computacional, que deram origem a interfaces entre cérebro, computador e máquina, as quais podem estar mais próximas do que se imagina das visões radicais das sociedades de controle de Deleuze. Nas sociedades de controle o importante não é mais uma assinatura ou um número, mas um código. A linguagem numérica do controle é feita de códigos que marcam o acesso à informação ou o rejeitam. Inicialmente são abordadas as interfaces cérebro-máquina e neuroprotética terapêutica. Em seguida, é explorada a convergência do trabalho nas neurociências cognitivas, acerca do papel desempenhado pelo afeto na tomada de decisões e do alavancamento de mídias sociais de nova geração. Em consonância com a noção de Deleuze, de que a operação do mercado é o motor e instrumento primordial de domínio nas futuras sociedades de controle, são discutidos os esforços para aplicar no neuromarketing esse trabalho de mapear neurocircuitos e o afeto. De acordo com Lenoir, se essas especulações estiverem corretas, talvez nós queiramos ser cautelosos em investir nos “neurofuturos”.

Esta e outras edições dos Cadernos IHU ideias podem ser adquiridas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos – IHU ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Ou, ainda, na versão digital.■

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição