Edição 444 | 02 Junho 2014

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line no período de 26-05-2014 a 30-05-2014, disponíveis nas Entrevistas do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br).

O racismo e a sonegação da história afrodescendente no Rio Grande do Sul

Entrevista com Jorge Euzébio Assumpção, mestre em História, professor na Unisinos e na Faculdade Porto-Alegrense – FAPA, onde coordena o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros – NEAB

Publicada no dia 30-05-2014

“Qual é o símbolo de que temos presença negra no Rio Grande do Sul?”, pergunta Jorge Euzébio Assumpção em entrevista à IHU On-Line. A resposta dele é categórica: “Nenhuma. Não há nenhum símbolo que demonstre a presença negra no estado. O negro passa quase que invisível pela história do Rio Grande do Sul e essa invisibilidade faz parte do racismo sulino. Ou seja, ao negar e sonegar o papel dos negros no estado, estamos praticando um ato de racismo, porque se está, inclusive, escondendo as fontes históricas”. Para o professor, o papel desempenhado pelos afrodescendentes no desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul é atribuído majoritariamente aos imigrantes (alemães, italianos e açorianos) que colonizaram o estado a partir da segunda década de 1800. “Com a criação das grandes charqueadas, a partir de 1780, houve uma introdução de negros em grande escala no Rio Grande do Sul”. 

 

O movimento sindical e os partidos. Longe das frustrações diárias, desafiados pelo 'enxameamento'

Entrevista com Rudá Ricci, diretor geral do Instituto Cultiva, professor mestrado em Direito e Desenvolvimento Sustentável da Escola Superior Dom Helder Câmara e colunista político da Band News

Publicada no dia 29-05-2014

 “A esquerda brasileira cometeu os mesmos erros que a europeia”, afirma o sociólogo Rudá Ricci. “Só espero que a tragédia das eleições para o parlamento europeu — em que vários partidos de extrema direita saíram vitoriosos das urnas — não se repita por aqui”. Do mesmo modo que as manifestações de junho impactaram os partidos políticos, as greves recorrentes, muitas das quais ocorrem sem acordos e negociações com os sindicatos, “criaram um grande alerta nas cúpulas sindicais do país”. Trata-se de “dois fenômenos de quebra de legitimidade das representações formais. Mas que não apontam alternativas”, avalia em entrevista concedida à IHU On-Line. Para ele, não é possível prever qual será o impacto sindical e político das greves que têm ocorrido em muitos estados brasileiros, mas “a tendência será a luta pela recuperação da liderança perdida”.

 

“65% a 75% do volume global de alimentos que nós consumimos têm origem na agricultura familiar”

Entrevista especial com Newton Narciso Gomes Junior, professor de Serviço Social da UnB e Coordenador do Diretório de Pesquisa Neads-Núcleo de Estudos Agrários, Desenvolvimento Social e Segurança Alimentar e Nutricional

Publicada no dia 28-05-2014

“Eu, francamente, sou um sujeito bípede e racional, e não como milho cru no cocho e tampouco mastigo soja.” A ponderação é de Newton Narciso Gomes Junior, professor da Universidade de Brasília – UnB, em entrevista concedida à IHU On-Line. Para ele, as políticas de estímulo ao desenvolvimento da agricultura familiar são reféns do sistema nacional de abastecimento de alimentos, já que o processo de comercialização é oligopolizado. “O que adianta dar um estímulo brutal para a produção de comida da agricultura familiar, se o agricultor não tiver onde colocar esses produtos?”, argumenta. Segundo ele, as cadeias de supermercado dominam hoje 85% do volume global de alimentos comercializados, sendo que as grandes redes controlam mais de 50%. Assim, “para entrar no supermercado é preciso ter uma escala que a agricultura familiar não tem”.

 

Cadastro Ambiental Rural: “Falta prioridade política para a gestão ambiental no campo”. 

Entrevista com Flávia Camargo de Araújo, professora de Pós-graduação do Uniceub em Análise Ambiental e Desenvolvimento Sustentável e integra o Programa de Política e Direito Socioambiental do Instituto Socioambiental - ISA

Publicada no dia 27-05-2014

“A falta de comprometimento do Poder Público com a implantação de um Cadastro Ambiental Rural de qualidade é apenas mais um passo desastroso na política ambiental brasileira”, adverte a técnica em Desenvolvimento e Pesquisa Socioambiental do Instituto Socioambiental – ISA, Flávia Camargo de Araújo. Para ela, o CAR, criado para ser um instrumento de planejamento e monitoramento ambiental das propriedades rurais no sentido de delimitar as áreas preservadas e identificar as que precisam ser reflorestadas, será “meramente declaratório”. Nesta entrevista, concedida à IHU On-Line, ela afirma: “se continuar da forma como está regulamentado, o CAR poderá se tornar uma ferramenta burocrática de regularização dos produtores apenas no ‘papel’, e não na realidade do campo”.

 

“Nunca antes na história deste país se atacou tanto áreas protegidas como agora”

Entrevista especial com Enrico Bernard, responsável pelo Laboratório de Ciência Aplicada à Conservação da Biodiversidade e professor de Biologia da Conservação no Departamento de Zoologia da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Publicada no dia 26-05-2014

“No Congresso Nacional há propostas que, se forem aprovadas, podem afetar mais 2 milhões de hectares só na região amazônica”, adverte o biólogo Enrico Bernard. Em entrevista concedida à IHU On-Line, ele sustenta que durante um longo período, de 1981 até recentemente, o governo brasileiro respeitava os limites das unidades de conservação nacionais. Já hoje, encarando estas unidades como um “empecilho” ao desenvolvimentismo, “a solução é: se está atrapalhando, desfaz”. Bernard é professor da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE e um dos autores da pesquisa Redução, Declassificação e Reclassificação de Unidades de Conservação no Brasil, que aponta resultados preocupantes em relação à perda de unidades de conservação no país. 

Últimas edições

  • Edição 550

    Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

    Ver edição
  • Edição 549

    Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

    Ver edição
  • Edição 548

    Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

    Ver edição