Edição 429 | 15 Outubro 2013

O alimento e a nutrição de hoje em debate

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Luciano Gallas

XV Simpósio Internacional IHU - Alimento e Nutrição no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio será lançado no dia 21-10-2013, às 15h, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros

A Unisinos, o Instituto Humanitas Unisinos – IHU, o Instituto Hárpia Harpyia – INHAH e entidades parceiras lançam, no dia 21-10-2013, às 15h, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, no IHU, o XV Simpósio Internacional IHU - Alimento e Nutrição no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. O simpósio, que se realizará entre 05-05-2014 e 08-05-2014, tem como proposta central incentivar o debate e indicar perspectivas para o direito ao alimento e à nutrição no contexto brasileiro, observando as dimensões sociais, econômicas, ambientais, culturais e políticas.

A programação do XV Simpósio Internacional IHU está sendo finalizada. Entretanto, o Prof. Dr. Jean Ziegler , da University of Geneva, Suíça, já confirmou sua presença como um dos conferencistas do evento — doutor em Direito e em Sociologia pela University of Berne, ele criou o Laboratório de Sociologia para o estudo das sociedades do Terceiro Mundo na University of Geneva. O simpósio tem como público-alvo os trabalhadores e trabalhadoras das políticas de segurança alimentar, da alimentação e da nutrição, gestores e gestoras, conselheiros e conselheiras de direitos, organizações e movimentos sociais urbanos e rurais, agricultores e agricultoras familiares, comunidades tradicionais, estudantes, pesquisadores e pesquisadoras, professores e professoras. A participação é gratuita.

“O alimento e a nutrição são duas dimensões de garantia de vida, um dos pilares de interesse do IHU, que trabalha questões ligadas à vida e à sociedade. Nesta perspectiva, o acesso, a circulação e o consumo do alimento devem obedecer a um modelo de sociedade que seja sustentável, diferente do modelo apoiado no capital”, afirma a Profa. Dra. Marilene Maia, coordenadora do programa Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, do IHU, e integrante das comissões organizadora e técnico-científica do simpósio. “A proposta do simpósio é realizar mediações para viabilizar a sociedade sustentável. E o alimento é o principal pilar da sociedade sustentável”, complementa ela.

De acordo com a economista e mestre em Segurança Alimentar Brizabel Rocha , que também integra as comissões do simpósio e é colaboradora técnica do INHAH no Rio Grande do Sul, as motivações centrais para a realização do evento são a relevância do tema, que permite a avaliação crítica do cumprimento das metas previstas nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, e o momento político brasileiro, já que, em 2014, ocorrerão novas eleições federais e estaduais — por isso, o XV Simpósio Internacional IHU será realizado em maio, meses antes do pleito. “A preocupação com as eleições do ano que vem na organização do simpósio deve-se à intenção dos organizadores de debater critérios éticos para a elaboração de políticas públicas de segurança alimentar”, reforça Marilene Maia.

O simpósio vem sendo construído na forma de mutirão entre as instituições e entidades parceiras, a partir de uma sugestão inicial feita por Dom Mauro Morelli, bispo emérito da Diocese de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais e fundador do INHAH. Morelli convidou o IHU para formar a parceria na organização do evento. “O Instituto Hárpia Harpyia defende o direito humano à nutrição e à alimentação. Dessa forma, realiza a promoção desse direito e oferece visibilidade ao mesmo, principalmente em relação às crianças”, reitera Brizabel Rocha. “O objetivo é fortalecer a democracia através da promoção do bem comum e do direito humano básico de acesso ao alimento e à nutrição para uma vida saudável e um desenvolvimento integrado e sustentável”, assinala.

 

Eixos temáticos

As atividades do XV Simpósio Internacional IHU - Alimento e Nutrição no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estão organizadas em eixos centrais de análise e debates, a saber:

- Cenários brasileiros da alimentação e da nutrição na perspectiva dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e da sociobiodiversidade;

- A política de segurança alimentar e nutricional sustentável como eixo e diretriz determinante no processo de planejamento e desenvolvimento do país, bem como nas suas relações internacionais;

- Políticas públicas e o protagonismo da sociedade e do Estado na promoção, garantia e defesa do direito ao alimento e à nutrição nos âmbitos rural e urbano;

- Afirmação do alimento e da nutrição como um direito humano determinante e imprescindível para o desenvolvimento do ser humano em todos os ciclos da vida, respeitando suas especificidades étnico–raciais;

- Processos de educação alimentar e nutricional nos diferentes espaços, culturas e mídias;

- Pesquisas e produção de conhecimentos e tecnologias em relação à alimentação e à nutrição e sua aplicação numa perspectiva ética, solidária e sustentável;

- Produção, circulação e comercialização dos alimentos nos diferentes biomas e agroecossistemas brasileiros, visando ao acesso, à escolha e ao consumo de alimentos saudáveis, adequados e solidários.

O alimento e a nutrição são pontos centrais na rica diversidade cultural entre os povos e uma exigência inegociável na preservação da vida no planeta. Consistem, portanto, em um direito humano básico e determinante para a existência saudável e plena. Conforme destaca Dom Mauro Morelli, a garantia do alimento fundamenta a própria paz mundial. Afinal, como lembra Brizabel Rocha, a alimentação do corpo, da alma e do espírito está relacionada a uma condição de cidadania planetária e constitui as bases do progresso e do desenvolvimento.

 

Objetivos do Milênio

O XV Simpósio Internacional IHU pretende contextualizar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio a partir de realidades regionais do território brasileiro. Os Objetivos do Milênio foram estabelecidos por líderes mundiais em 2000 na busca pela redução da pobreza extrema e da fome, pelo acesso universal à educação e aos cuidados da saúde, pela igualdade de gênero, pela redução das mortalidades materna e infantil e pela garantia da sustentabilidade ambiental. Os objetivos e metas de desenvolvimento traçados deveriam ser cumpridos até o final de 2015.

A análise crítica do cumprimento dessas metas no âmbito brasileiro fomentará o diálogo e os debates no XV Simpósio Internacional IHU - Alimento e Nutrição no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, na perspectiva de superação da fome, da exclusão social e da degradação ambiental. 

No lançamento do evento, no próximo dia 21-10-2013, estarão presentes, na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, representantes das instituições organizadoras — Unisinos, INHAH e IHU — e de entidades parceiras, entre as quais a Cáritas Brasileira, o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do Rio Grande do Sul, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Ufrgs e a Fundação de Economia e Estatística – FEE.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição