Edição 427 | 16 Setembro 2013

A pessoa na era da biopolítica: autonomia, corpo e sociedade

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Cadernos IHU ideias traz, na sua 194ª edição, o texto A pessoa na era da biopolítica: autonomia, corpo e sociedade, da professora doutora em Direito e livre docente da Universidade do Estado do Rio de Janeiro — UFRJ, Heloisa Helena Barboza.

A contemporaneidade é um espaço no qual a biopolítica marca a matriz epistêmica de nossas sociedades. É dentro deste contexto que a professora estabelece o diálogo entre a governança da vida humana, a autonomia dos sujeitos e formação social marcada por este campo de tensão. Sob a luz do Direito brasileiro, Heloisa reflete. “A proposta do presente trabalho é singela, ou ao menos tenta ser prudente: abordar os efeitos de algumas interferências no corpo humano, que suscitam questões jurídicas à luz do direito brasileiro. Mais precisamente, procura-se trazer ao debate o corpo como locus de construção da identidade do ser humano, a qual se dá à luz da autonomia e da subjetividade, em sua possível harmonização com o Direito. Considera-se o corpo do início do século XXI, que traduz de modo bastante claro a era da biopolítica, cenário inafastável que fornece os elementos e onde se desenvolve o mencionado processo de construção. Indispensáveis, por conseguinte, breves incursões nos conceitos envolvidos, especialmente no de biopolítica, como formulado por Michel Foucault”, explica.

Esta e outras edições dos Cadernos IHU ideias podem ser adquiridas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos — IHU ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Informações pelo telefone (51) 3590 8247.

A partir do dia 04 de outubro de 2013, o arquivo será disponibilizado em PDF.

Últimas edições

  • Edição 534

    Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

    Ver edição
  • Edição 533

    Direito à Moradia, Direito à Cidade

    Ver edição
  • Edição 532

    Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

    Ver edição