Edição 421 | 04 Junho 2013

Sala de Leitura

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Acompanhe a dica de leitura de alguns colegas

RABUSKE, Irineu. Jesus exorcista: estudo exegético e hermenêutico de Mc 3,20-30 (São Paulo: Paulinas, 2001)

Após assistir ao filme O Ritual (de Mikael Hafstrom, 2011, com Anthony Hopkins), e em função de todo o debate envolvendo a bênção com imposição de mãos feita pelo Papa Francisco após a missa de Pentecostes na Praça de São Pedro no último dia 19 de maio, fiquei intrigada e fui buscar mais informações sobre a prática do exorcismo na Igreja em nossos dias. E me deparei com um excelente livro do Pe. Irineu Rabuske, intitulado "Jesus Exorcista". O autor faz um estudo exegético e hermenêutico do Evangelho de Marcos, capítulo 3, versículos de 20 a 30, em que Jesus é acusado de expulsar demônios pelo poder de Belzebu, o maior dos demônios. O objetivo do livro é analisar a atividade pública do Jesus histórico, que consiste em libertar as pessoas oprimidas por espíritos impuros. Segundo a obra, nos evangelhos sinóticos atesta-se que Jesus imprimiu um significado especial em seus exorcismos: eles são o sinal de que o Reino de Deus está se aproximando. Excelente material para refletir sobre a prática contemporânea do exorcismo e do que representa o bem e o mal. 

Graziela Wolfart, jornalista, trabalha no Instituto Humanitas Unisinos - IHU

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição