Edição 421 | 04 Junho 2013

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Destaques On-Line Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line no período de 27-05-2013 a 03-06-2013, disponíveis nas Entrevistas do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br).

Megaeventos e “uma limpeza urbana injustificada”

Entrevista especial com Sônia Fleury, psicóloga, coordenadora do Programa de Estudos da Esfera Pública, da Fundação Getúlio Vargas – FGV

Confira nas notícias do dia de 28-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/10DPGMc 

A reestruturação urbana do Rio de Janeiro irá remover “cerca de 30 mil pessoas, dando prioridade para investimentos empresariais e negócios”. Para Sonia Fleury, “trata-se de um processo decisório, autoritário, fechado, não transparente e simbolicamente muito violento”. Ao comentar os dados do documento “Megaeventos e violação dos direitos humanos no Rio de Janeiro”, publicado recentemente, a entrevistada assinala haver uma “concentração das obras do PAC em certas áreas da cidade, que não são exatamente nas quais as pessoas estão morando”.

 

Leilão da Petrobras. “O governo tem uma agenda econômica inflexível e, outra social, frágil e compensatória”

Entrevista especial com Marcelo Calazans, sociólogo, coordenador do Programa Regional da Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional – FASE no Espírito Santo, membro da Rede Deserto Verde e da Rede Latino-Americana contra Monocultivo de Árvores

Confira nas notícias do dia de 29-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/1ay13tj 

A 11ª Rodada de licitações para exploração de petróleo em blocos de terra e mar, que ocorreu no dia 14-05-2013, “reabre de forma voraz, sob ritmo acelerado e sem limite, o ciclo de injustiça ambiental implicado na expansão do modelo energético e societário estimulado pelo governo, em pacto com as gigantescas corporações petroleiras e seus complexos associados, interessados na exploração de um valiosíssimo bem comum, que é o petróleo”, avalia Marcelo Calazans.

 

Planejamento marinho e a dependência do petróleo

Entrevista especial com Guilherme Dutra, biólogo, diretor do programa marinho da Conservação Internacional – CI no Brasil

Confira nas notícias do dia de 30-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/17Dw1UY 

 

“O Brasil tem avançado muito pouco na agenda de proteção dos ecossistemas marinhos. Hoje, menos de 1,6% de nossa Zona Econômica Exclusiva – ZEE encontra-se em algum tipo de unidade de conservação”, assinala Guilherme Dutra. Para ele, a oferta de mais de 170 blocos de petróleo em áreas onde a biodiversidade ambiental é pouco conhecida, oferecida na 11ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo – ANP, “põe em risco não somente a biodiversidade, mas também os serviços que dependem dela, como a pesca, o turismo, a fixação de carbono, a proteção da costa”.

 

A tecnologia e a aposta na minimização da insustentabilidade

Entrevista especial com Jefferson Gomes, engenheiro mecânico, professor da Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA, e gerente executivo do Departamento Nacional do Senai para Tecnologia e Inovação 

Confira nas notícias do dia de 01-06-2013

Acesse o link http://bit.ly/13pyaNC 

“O ser humano por si só é insustentável”. Por isso, assinala Jefferson de Oliveira Gomes, não se pode tratar o conceito “sustentabilidade como algo que está simplesmente restrito ao tripé: econômico, social e ambiental”. O engenheiro mecânico aposta no uso e desenvolvimento da tecnologia para “minimizar” a insustentabilidade que está agregada ao modo de vida do homem.

 

Neonazismo no RS: “que há de verdade ou mentira em tudo isso?” 

Entrevista especial com René Gertz, historiador, professor nos Departamentos de História da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

Confira nas notícias do dia de 02-06-2013

Acesse o link http://bit.ly/ZEqxWu

Desde 2003 o tema do neonazismo “ocupa algum lugar na imprensa brasileira”, mas os dados apresentados não conferem com o que acontece na realidade, diz o historiador gaúcho. Crítico às matérias publicadas na imprensa gaúcha, ele assegura que “há razões para ser cético em relação aos ‘neonazistas virtuais’”. 

 

“A transgenia está mudando para pior a realidade agrícola brasileira”

Entrevista especial com Leonardo Melgarejo, engenheiro agrônomo, membro do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra

Confira nas notícias do dia de 03-06-2013

Acesse o link http://bit.ly/19C1dlY 

“Existem abordagens contraditórias. De um lado há unanimidade quanto à importância dos avanços científicos e do potencial da engenharia genética para o futuro da humanidade. De outro lado, há uma grande divisão relativamente aos resultados obtidos até o presente momento”, pontua o engenheiro agrônomo. 

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição