Edição 420 | 27 Mai 2013

Sala de Leitura

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Confira as dicas de leitura de alguns colegas.

SANDEL, Michael J. O que o dinheiro não compra. Os limites morais do mercado. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2012.

Que papel os valores de mercado ocupam em nossa sociedade? Até que ponto a precificação dos mais diferentes âmbitos de nossas vidas é moralmente correta e socialmente justa? Vivemos uma economia de mercado ou somos uma sociedade de mercado? É plausível estar à venda desde o número do celular do seu médico, até lugares privilegiados nas filas (ou aquilo que Sandel chama de ética da fila), pistas rápidas nas autoestradas mediante pagamento prévio para seu acesso e atendimentos médicos privilegiados àqueles que podem pagar pelo serviço? A ascendência do raciocínio mercadológico cresce em ritmo vertiginoso e coloca dilemas éticos sobre os quais devemos refletir, conforme propõe o autor dessa obra. A verdade é que, em tempos de economia financeirizada, o mercado perdeu a vinculação com critérios éticos e de justiça. 

Márcia Junges, jornalista, trabalha no Instituto Humanitas Unisinos – IHU e é tutora do EAD Unisinos

 

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição