Edição 420 | 27 Mai 2013

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line no período de 20-05-2013 a 24-05-2012, disponíveis nas Entrevistas do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br).

UPP: “a criação de uma nova ‘cultura da polícia’” 

Entrevista especial com Felipe Brito e Pedro Rocha de Oliveira

Confira nas Notícias do Dia de 20-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/10HygNr

Avaliar os efeitos das Unidades de Polícia Pacificadoras – UPPs, cinco anos após sua implementação nas favelas cariocas, “esbarra em dificuldades intransponíveis”, apontam os pesquisadores Felipe Brito e Pedro Rocha de Oliveira, organizadores do livro Até o último homem: visões cariocas sobre a administração armada da vida social (São Paulo: Boitempo Editorial, 2013). Felipe Brito é doutor em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, e professor do Polo Universitário Rio das Ostras da Universidade Federal Fluminense – UFF. Pedro Rocha de Oliveira é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ, mestre e doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – UFRJ.

 

Combate à fome: o desafio de equacionar problemas estruturais

Entrevista especial com Dom Mauro Morelli 

Confira nas Notícias do Dia de 21-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/12RUSOc

“De 32 milhões de brasileiros, ainda subsistem 16 milhões em estado de insegurança alimentar e nutricional; mas a presunção nos leva a acreditar que em menos de duas décadas resolvemos uma calamidade que perdura desde 1500”, afirma em entrevista ao sítio do IHU Dom Mauro Morelli, bispo emérito da Diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti, que há anos dedica-se a solucionar os problemas da fome e da miséria no Brasil. “A visão triunfalista impede dizer que não fizemos o mais importante”, complementa Dom Mauro, criticando o entusiasmo com o Programa Fome Zero. 

 

Plantação de cana-de-açúcar na Amazônia Legal: “O ciclo se repete com novos desmatamentos”

Entrevista especial com João Camelini

Confira nas Notícias do Dia de 22-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/18hn9RC

A aprovação do Projeto de Lei 626/2001 pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle do Senado, que revê o Zoneamento Agroecológico – ZAE da cana-de-açúcar e autoriza seu plantio em áreas alteradas e nos biomas Cerrado e Campos Gerais na Amazônia Legal, “é um fato lamentável, que demonstra o comprometimento com agentes econômicos, sustentado por um discurso totalmente equivocado”, diz João Humberto Camelini à IHU On-Line. O entrevistado é mestre em Geografia e atualmente está no doutorado. Atua como Coordenador Técnico para Geotecnologias e Infraestruturas na Tecgraf Tecnologia em Computação Gráfica e professor assistente na Faculdade Politécnica de Campinas e Faculdade de Jaguariúna.

 

Estado e neoliberalismo: a aliança que sustenta o capitalismo

Entrevista especial com Alysson Leandro Mascaro

Confira nas Notícias do Dia de 23-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/14UiiUE

Rever a concepção de Estado neutro, indiferente, que age de modo independente. Essa é a proposta apontada por Alysson Leandro Mascaro em seu novo livro intitulado Estado e forma política (São Paulo: Boitempo Editoria, 2013). “O Estado é uma forma necessária da reprodução capitalista. Daí, sua ação ser capitalista, mesmo quando dá direitos aos trabalhadores ou ampara os explorados com benefícios sociais. Por isso, é verdade que o Estado regula os conflitos entre classes e grupos. Mas, acima disso, o Estado os constitui”, sustenta. Alysson Leandro Mascaro é graduado e doutor em Ciências Jurídicas pela Universidade de São Paulo – USP, onde também é professor da Faculdade de Direito, além de lecionar nos cursos de graduação e pós-graduação em Direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie. É membro do Conselho Pedagógico da Escola de Governo – USP.

 

Grito da Seca e Revolta do Busão

Entrevista especial com Tárzia Medeiros

Confira nas Notícias do Dia de 24-05-2013

Acesse o link http://bit.ly/14Y0gk9

As manifestações de jovens nas redes sociais há dois anos, criticando a gestão da ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), continuam ativas na capital do Rio Grande do Norte. O movimento, que ficou conhecido no Twitter com o #ForaMicarla, hoje chama a atenção com a Revolta do Busão e o Grito da Seca. Cerca de cinco mil pessoas passaram a semana manifestando sua indignação com o aumento do preço das passagens de ônibus, e com as políticas públicas que não geram resultados diante da estiagem que atinge o semiárido brasileiro. Tárzia Medeiros, comunicadora popular da Articulação no Semiárido Brasileiro – ASA, está acompanhando as manifestações e comenta a mobilização em entrevista à IHU On-Line.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição