Edição 416 | 29 Abril 2013

Sala de Leitura

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

TABUCCHI, Antonio. Noturno Indiano. (São Paulo: Cosac Naif, 2012. 96 pág)

“Noturno Indiano”, do italiano Antonio Tabucchi , propõe uma viagem misteriosa, mas profundamente realista, à cidade indiana de Bombaim na companhia do narrador que investiga por conta própria o paradeiro de um amigo que não encontra há muitos anos. A prosa fluida e rica de Tabucchi leva o leitor a um labirinto de referências e paisagens, na qual não há certezas e cada nova pista conduz a um novo universo de surpresas na paisagem da Índia. À procura desse amigo que já pode até mesmo estar morto, ou vivendo clandestinamente por conta de seu envolvimento com uma organização secreta, visitamos com ele o mosaico de incríveis contrastes daquele país – do misticismo ocidentalizado da Sociedade Teosófica à figura de um taxista ateu, do desafio de dormir em espeluncas na periferia a uma noite no mais luxuoso hotel de Bombaim, das péssimas condições de um hospital público aos serviços de um adivinho e curandeiro local. É nessa verdadeira colcha de retalhos que Tabucchi estende uma trama que mantém o leitor preso até o final repleto de novas surpresas e revelações. Boa literatura por um escritor que conhece bem o ofício de contar uma história.

Robertson Frizero é mestre em Teoria da Literatura pela PUCRS, escritor e professor de Criação Literária.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição