Edição 199 | 09 Outubro 2006

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Os desafios da diversidade sexual

A sociedade contemporânea tem apresentado diversos desafios para os sujeitos sociais em seus diferentes cenários de existência. Uma das discussões que mais levanta polêmica no mundo de hoje é o universo da diversidade sexual, que abrange as realidades de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

Para entender melhor este universo, a IHU On-Line entrevistou vários estudiosos que há tempo se debruçam sobre este tema. Jon Nilson, professor de Teologia na Loyola University, de Chicago, fala sobre a difícil relação entre a homossexualidade e a Igreja Católica. Ele afirma que “muitos católicos gays sentem-se profundamente machucados pela linguagem que os ensinamentos oficiais da Igreja usam para descrevê-los. Eles amam a Igreja e querem que sua Igreja os ame e aceite por inteiro como são. Em vez disso, eles sentem que a Igreja não tem um lugar para eles nem em sua mente, nem em seu coração”.

Já a filósofa americana Judith Butler, que tem contribuído há muitos anos para os estudos do feminismo e da teoria queer, afirma, em entrevista publicada nesta edição, que “o gênero não expressa uma essência interior de quem somos, mas é constituído por um ritualizado jogo de práticas que produzem o efeito de uma essência interior”. Para ela, “o gênero é vivido como uma interpretação ou um jogo de interpretações do corpo, que não é restrita a dois, e isso, finalmente, é uma mutável e histórica instituição social”.

Também contribuem nesse debate a teóloga feminista Mary Hunt, para quem a noção de sexo entre iguais é uma contribuição lésbica ao pensamento cristão ocidental; a professora de Teologia na Loyola University de Chicago, Susan Ross, fala sobre a antropologia teológica de João Paulo II, considerando-a muito mais Mariana do que Cristã; o historiador Thomas Laqueur, professor na Universidade de Berkeley, defende que “quase tudo de importante que queremos dizer sobre sexo e sexualidade tem a ver com o enraizamento cultural de homens e mulheres em relação entre si”; e os professores Alessandro Soares e Renato Barboza abordam a questão da diversidade sexual segundo o cotidiano de travestis, ao falar sobre um ensaio que analisa a construção das múltiplas complexidades da consciência política de travestis.

Nesta edição, também trazemos uma entrevista sobre as diferenças da concepção do vácuo, com o Prof. Dr. Roberto de Andrade Martins, da Unicamp, que profere uma conferência nesta quarta-feira, 11-10-2006, no evento II Ciclo de Estudos Desafios da Física para o Século XXI: um diálogo desde a Filosofia, promovido pelo IHU.

As Notícias Diárias da página do IHU têm procurado analisar o resultado das eleições do domingo passado. Reproduzimos nesta edição algumas das entrevistas publicadas durante a semana.
Adiantamos também aos leitores e leitoras da revista IHU On-Line que a próxima edição de nossa revista semanal, de número 200, trará uma novidade na forma gráfica para marcar a passagem do número 200 e dos 5 anos da criação do IHU e da publicação.

Desejamos a todas e todos uma ótima leitura, uma excelente semana e um bom feriado!

 

ERRATA:

Na Editoria Teologia Pública da edição número 197 da revista IHU On-Line, de 25 de setembro de 2006, na quinta resposta, onde o entrevistado Christian Duquoc diz “Fora da Igreja, ponto de salvação” deve ser lido “Fora da Igreja, não há salvação". Pedimos desculpas pelo erro de tradução.

Últimas edições

  • Edição 550

    Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

    Ver edição
  • Edição 549

    Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

    Ver edição
  • Edição 548

    Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

    Ver edição