Edição 385 | 19 Dezembro 2011

Feminino e mística: “Moradas que se abismam”

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Marco Lucchesi

Confira a introdução poética a esta edição.

O tema da revista não podia ser mais oportuno. As chaves do Castelo estão dadas, o feminino e a mística. Moradas que se abismam. Uma jovem perdida e descalça. A corola dos seios sob o véu do silêncio. Talvez Rabi’a, banhada pelos raios do plenilúnio. Soror mea sponsa. Acorrem os pastores dos sentidos. A noite escura. Os lírios de Galaad. E as jovens palavras que se perdem quando bailam ao som de Orfeu. Noite dos sentidos. As Ínsulas estranhas. E a cornucópia da madrugada. O pássaro real e a simetria do espelho. Não mais que as formas circulares da espessura. Não mais que os olhos verdes da analogia. Somos levados ao delta feminino da linguagem. Porto que se estende além das praias dos sentidos. Sem chaves ou sinais. A beleza de Diotima. Delícia das Musas celestes. E apenas o silêncio. Alado. Espesso. E descontínuo.

Leia mais...

Marco Lucchesi já participou da IHU On-Line com outras colaborações. Confira:

* Editoria Invenção. Edição 258 da Revista IHU On-Line, de 19-05-2008;
* “Rûmî se utiliza do poder soberbo das metáforas”. Edição 222 da Revista IHU On-Line, de 04-06-2007;
* Rûmi: um dos místicos mais abertos à cortesia e hospitalidade inter-religiosos. Edição 242 da Revista IHU On-Line, de 05-11-2007;
* O livro de Deus na obra de Dante. Edição 65 dos Cadernos Teologia Pública

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição