Edição 382 | 28 Novembro 2011

Eventos

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Saiba mais sobre a programação de eventos da semana:

Economia Política das Indústrias Culturais

Será realizado esta semana o 6º Seminário de Pesquisa Cepos: Economia Política das Indústrias Culturais. De 1º de dezembro, das 17h às 20h30min, a 2 de dezembro, das 8h30min às 20h, o evento acontece na Sala Santander, campus Unisinos Porto Alegre, e na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros/IHU, no campus São Leopoldo. A participação é gratuita e as inscrições podem ser feitas online, no endereço www.grupocepos.net.

Curso de Gestão e Políticas Culturais com inscrições abertas

O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Unisinos, por meio do grupo de pesquisa Comunicação, Economia Política e Sociedade – Cepos, pela Coordenação Cultural da Unisinos, pelo Itaú Cultural e pelo o Instituto NT, está com inscrições abertas para participação no curso Gestão e Políticas Culturais, que será realizado entre os dias 5 e 9 de dezembro, com aulas entre 8h30 e 12h30 e das 14h às 18h (carga horária total de 40 horas), as quais ocorrerão no Instituto NT, na rua Marquês do Pombal, n. 1111, bairro Moinhos de Vento, Porto Alegre-RS. A Unisinos fornecerá certificados a todos os participantes. As inscrições podem ser feitas no endereço eletrônico www.grupocepos.net até o dia 4 de dezembro.

O curso é gratuito, sendo destinado a gestores de cultura das administrações municipais e estadual, artistas, produtores, professores, estudantes de graduação e de pós-graduação, representantes de museus, fundações e associações culturais. O programa reúne professores e pesquisadores reconhecidos no intuito de apresentar um panorama sobre tópicos diversos: políticas culturais, políticas públicas, sistemas de financiamento, direitos culturais, produção cultural, sustentabilidade, economia criativa, redes culturais e direito autoral. Em um primeiro momento, são oferecidas 50 vagas.

A atividade parte da constatação de que a cultura tem papel central nas mais diversas perspectivas de produção do conhecimento e de construção/reformulação das relações sociais. O princípio ético da diversidade e o imperativo de sua garantia, preocupação relevante em termos políticos, tende progressivamente a afirmar-se através de dinâmicas culturais. De forma semelhante, mecanismos individuais de afirmação voltam-se, de modo intenso, para o plano da cultura. Ao mesmo tempo, parece impossível negar, em termos econômicos, a importância estratégica das assim chamadas indústrias culturais na mediação das relações em curso na sociedade.

Assim sendo, compreender a organização da cultura se torna fundamental. Dele resulta que sua gestão exige, cada vez mais, competências específicas nos mais diversos segmentos. Logo, a formação de quadros profissionais com embasamento teórico e capacidade de intervenção mostra-se imprescindível. Tendo em vista tal cenário, o curso Gestão e Políticas Culturais tem busca apresentar a agentes e gestores discussões que permitem lidar de modo satisfatório com as especificidades de uma atividade complexa em sua dinâmica e em seus alcances.
Relação de professores que ministrarão aulas no curso:

1.    Albino Rubim: professor titular da UFBA e pesquisador 1A do CNPq. Secretário de Cultura da Bahia. Autor e/ou organizador de mais de 20 livros e autor de mais de 100 artigos acadêmicos em periódicos nacionais e internacionais.
2.    Ana Carla Fonseca Reis: assessora em economia criativa para UNCTAD e PNUD. Sócia-diretora da Garimpo de Soluções Economia, Cultura & Desenvolvimento. Autora e/ou organizadora de oito livros sobre o tema.
3.    Cláudia Leitão: secretária da Economia Criativa do Ministério da Cultura. Professora da UFCE. Autora e/ou organizadora de oito livros sobre o tema.
4.    José Márcio Barros: professor da PUC Minas. Doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Autor e/ou organizador de quatro livros sobre o tema.
5.    Oona Castro: pesquisadora do Instituto Overmundo. Integrante do Coletivo Intervozes.
6.    Paulo Miguez: professor da UFBA e pesquisador do Instituto Multidisciplinar em Cultura (Cult). Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura entre 2003-2005.
7.    Rômulo Avelar: produtor e gestor cultural. Foi assessor especial da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais e presidente da comissão técnica de análise de projetos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.
8.    Silvana Rubino: professora da Unicamp e membro da Rede Brasil-Portugal de Estudos Urbanos.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição