Edição 196 | 18 Setembro 2006

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

A Globalização e os Jesuítas. Origem, história e impactos.

A celebração mundial do Ano Jubilar Inaciano, fazendo a memória dos 450 anos da morte de Inácio de Loyola e dos 500 anos de nascimento de Francisco Xavier e Pedro Fabro, companheiros do primeiro que fundou a Companhia de Jesus, inspirou a realização do Seminário Internacional Os Jesuítas e a Globalização. O Seminário realizar-se-á simultaneamente na Unisinos, na PUC-Rio e na FAJE, de Belo Horizonte, de 25 a 28 de setembro.

Peter-Hans Kolvenbach, superior geral da Companhia de Jesus, que proferirá a conferência inaugural do evento, concedeu uma entrevista à IHU On-Line, que inaugurou a nova página eletrônica, ainda em fase experimental, do IHU e que abre esta edição.

Especialistas em diversas áreas do conhecimento participam deste número refletindo sobre uma instituição de quase cinco séculos. Assim, François Marty, professor de filosofia do Centro Sèvres de Paris, analisa a antropologia inaciana e Dominique Bertrand, professor da Universidade de Lyon, reflete sobre o confronto dos primeiros jesuítas com o humanismo.

Inácio, mestre da suspeita é o título da entrevista concedida pelo psicanalista espanhol Carlos Dominguez Morano e Alfredo Dinis, diretor da Faculdade de Filosofia de Braga, escreve sobre o fecundo diálogo dos jesuítas com a ciência desde a fundação do Colégio Romano no século XVI.

Pedro Ignacio Schmitz, diretor do Instituto Anchietano de Pesquisas, comenta, num artigo muito inspirado, o filme A Missão, de Roland Joffé, enquanto Bartolomeu Melià, reflete sobre a experiência das reduções Guarani e Décio Andriotti apresenta a sua pesquisa sobre a música nos sete povos da missão.

Por sua vez, Nicolás Extremera Tapia, da Universidade de Granada, Marcus Motta, da UERJ e o cineasta Renato Barbieri, falam de Nóbrega, Anchieta, Antonio Vieira e Gabriel Malagrida, jesuítas em terras brasileiras. As entrevistas com John Witek, da Universidade de Georgetown, e Chris Lowney, diretor gerente da J.P. Morgan & Co., descrevem o trabalho dos jesuítas na China e as características da liderança organizacional que emerge dos Exercícios Espirituais de Inácio de Loyola.

A todas e todos uma boa semana, um ótimo feriado Farroupilha e uma excelente leitura!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição