Edição 333 | 14 Junho 2010

A midiatização. Um novo modo de ser no mundo

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Antonio Fausto Neto

A convite da IHU On-Line, o professor Antonio Fausto Neto, do PPG em Comunicação da Unisinos, escreveu um comentário sobre o livro GOMES, Pedro Gilberto. Da Igreja Eletrônica à sociedade em midiatização (São Paulo: Paulinas: 2009). Confira.

No próximo dia 21 de junho, será lançado, na Unisinos, o livro Da Igreja Eletrônica à sociedade em midiatização, de autoria de Pedro Gilberto Gomes, pró-reitor acadêmico da Unisinos e professor no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Unisinos. O evento acontece na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros – IHU, das 17h30min às 19h. Na ocasião, o próprio autor da obra debaterá com o público presente o tema em questão.

Eis o artigo.

O texto ora editado e que resulta de pesquisa apoiada pelo CNPq/Unisinos foca duas questões como ângulo central: na primeira, busca as raízes históricas de um fenômeno que o autor considera processual, a midiatização das práticas de religiosidades e que originalmente se denominou como “Igreja Eletrônica”. E, na segunda, examina a questão da comunicação como problema para o campo religioso. O autor deixa logo claro que o que entende como problema não deve ser “algo embaraçoso para as igrejas, mas como um objeto que deva ser discutido, questionado e debatido”.

A pesquisa traz um questionamento que é largamente refletido em suas partes, ao indagar se “as Igrejas viam os meios de comunicação e sua utilização na evangelização como objeto de estudo”. Isto é, se a comunicação traz para elas interrogações e consequências para a qualidade e a forma de vivência religiosa dos fiéis hoje.

O texto reflete sobre esta reformulação em torno de dois subconjuntos temáticos. No primeiro, examina o tema da Igreja Eletrônica, fazendo um exame do estado da arte, problematizando os conceitos envolvidos. O texto reflete sobre esta reformulação em torno de dois subconjuntos temáticos. No segundo, discute o tema da comunicação como problemática para o campo religioso. E, para tanto, analisa documentos de várias Igrejas Cristãs, visando detectar a compreensão que elas têm da importância que a comunicação apresenta para suas ações evangelizadoras.

Além da pesquisa, cuja metodologia se constitui numa contribuição primorosa para estudos que visam entender as processualidades complexas de práticas sociais que são afetadas pela midiatização, o livro destaca alguns resultados da investigação, os quais podem obrigatoriamente, desdobrar-se em novos objetos de estudos. Neles, constata que as Igrejas não se preocupam com a comunicação midiática uma vez que concebem os meios apenas como “dispositivos tecnológicos para potencializar o anuncio de sua mensagem ao mundo”.

Os resultados são muito estimulantes uma vez que a pesquisa, ao se deslocar do lugar do diagnóstico para observações analíticas, lança novas conjecturas, o que chama de “olhando para o futuro”, e onde destaca a importância do debate teórico mais profundo acerca da midiatização. Para tanto, lança uma nova questão: “aceitar a midiatização como um novo modo de ser no mundo coloca-nos numa nova ambiência que, se bem tenha fundamento no processo desenvolvido até aqui, significa um salto qualitativo no modo de construir sentido social e pessoal”. Convite pertinente que pode repercutir sobre as futuras leituras e reflexões acerca da midiatização das práticas sociais.

São ideias que brotam de uma pesquisa séria, trazendo marcas de um diálogo amplo e cuidadoso com os atores dos caminhos e dos processos que a comunicação religiosa tem feito para se fazer entender.

Leia mais...

>> Pedro Gilberto Gomes já concedeu outras entrevistas à IHU On-Line:
* A tecnologia digital está colocando a humanidade num patamar distinto. Entrevista publicada na revista IHU On-Line número 289, de 13-04-2009;
* O impacto da midiatização na sociedade latino-americana. Entrevista publicada nas Notícias do Dia do site do IHU, em 31-08-2008;
* Processo de midiatização: da sociedade à Igreja. Entrevista publicada nas Notícias do Dia do site do IHU, em 19-10-2007;
* A crise ética da comunicação nasce do impasse ético contemporâneo. Entrevista publicada na revista IHU On-Line número 109, de 02-08-2004.
 
Leia mais...

>> Antônio Fausto Neto já concedeu outras entrevistas à IHU On-Line:
* A midiatização e os governos latino-americanos. Entrevista publicada nas Notícias do Dia do site do IHU, em 21-09-2009;

* “A midiatização produz mais incompletudes do que as completudes pretendidas, e é bom que seja assim”. Entrevista publicada na revista IHU On-Line do site do IHU, em 13-04-2009;

* As relações entre mídia e política no espaço público. Entrevista publicada nas Notícias do Dia do site do IHU, em 29-10-2006;
* As estratégias midiáticas da religiosidade contemporânea. Entrevista publicada nas Notícias do Dia do site do IHU, em 22-05-2006.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição