Edição 327 | 03 Mai 2010

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Biocapitalismo e trabalho.

A presente edição, por ocasião do 1º de maio, foi inspirada pelo livro Crisi dell' economia globale. Mercati finanziari, lotte sociali e nuovi scenari politici (Crise da economia global. Mercados financeiros, lutas sociais e novos cenários políticos (em tradução livre) (Verona, Ombre Corte/Uninomade, 2009), organizada por Andrea Fumagalli e Sando Mezzadra, e que será publicado, proximamente, no Brasil.

Os autores do livro, já entrevistados em outras edições da revista IHU On-Line, contribuem, mais uma vez, analisando as características peculiares da atual crise financeira, que é uma crise da globalização tal como a conhecemos até hoje, a partir e sob a perspectiva das mudanças do mundo do trabalho.

A presente edição também pode ser um importante subsídio que prepara o XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana a ser realizado nos dias 13 a 16 de setembro de 2010.

Colaboram na discussão do tema de capa desta edição Andrea Fumagalli, economista, professor na Università di Pavia, Itália; o mestre de conferências na Universidade de Paris I Pantheón-Sorbonne, Carlo Vercellone; o professor e diretor de investigação socioeconômica na Universidade della Svizzera Italiana, Christian Marazzi; o professor da Universidade de Bologna, Itália, Federico Chicchi; e Stefano Lucarelli, professor da Università degli Studi di Bergamo, Itália.

Completam esta edição duas entrevistas e um artigo. Uma com o economista e professor do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) e na Faculdade de Americana (FAM), Wilson Vieira, sobre o pensamento de Celso Furtado como inspiração para um projeto de nação para o Brasil. E a outra, com o historiador e filósofo Pedro de Alcântara Figueira, que analisa a obra de Karl Marx, autor que será objeto de estudo no próximo módulo do Ciclo de Estudos em EAD – Repensando os Clássicos da Economia – Edição 2010, com o título A (anti)filosofia de Karl Marx – Karl Marx, 1818-1883, que inicia dia 17 de maio.

Enfim, “A televisão brasileira: pública ou privada?” é o tema do artigo de Aléxon Gabriel João, pesquisador do Grupo de Pesquisa Comunicação, Economia Política e Sociedade (CEPOS), do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPG-CC) da Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos.

A todas e todos uma ótima leitura e uma excelente semana!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição