Edição 324 | 12 Abril 2010

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Biodiversidade. Abundância e riqueza a serem descobertas

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) declarou que 2010 é o ano da biodiversidade. No atual contexto, em que um número crescente de espécies estão ameaçadas de extinção pela perda de habitat, pela caça e pelas mudanças climáticas, os esforços de conservação são cada vez mais urgentes e necessários. E o Brasil é o primeiro país em biodiversidade do mundo. Ele é ‘megadiverso’, afirma Roberto Gomes de Souza Berlinck, professor no Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da Universidade de São Paulo (USP), pois “possui entre 15% e 25% de toda a biodiversidade da Terra. É um dos poucos países que ainda possui uma biodiversidade tão extensa, boa parte ainda desconhecida”.

Na discussão do tema de capa da IHU On-Line desta semana, participam, além do professor supracitado, o professor Carlos Joly, da Unicamp; a diretora-geral da União Internacional pela Conservação da Natureza (UICN), Julia Marton-Lefèvre; a jornalista Lilian Dreyer; o editor do Boletim Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais, Ricardo Carrere; a pesquisadora Silvia Ribeiro, do grupo ETC, com sede no México, e o agrônomo Gilberto Bevilaqua, pesquisador da Embrapa Clima Temperado.

Nesta edição, também são discutidos outros temas, como a nova política de drogas para o Brasil, assunto que será discutido no evento promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU em parceria com o Centro Acadêmico dos Estudantes de Direito – CAED, no dia 13, terça-feira. Marcelo Mayora, advogado criminalista, é o conferencista entrevistado.

Preparando o XI Simpósio Internacional IHU: O (des)governo biopolítico da vida humana, a ser realizado nos dias 13 a 16 de setembro, o filósofo César Candiotto, professor na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), fala sobre Foucault e a governamentalidade biopolítica.

Por sua vez, no dia 22 de abril, será lançado o XII Simpósio Internacional IHU – A Experiência Missioneira: território, cultura e identidade, a ser realizado nos dias 25 a 28 de outubro, com a conferência “As sociedades indígenas e a economia do dom: o caso dos guarani” a ser proferida pela historiadora Maria Cristina Bohn Martins, da Unisinos.

“A finalidade educativa e a responsabilidade social da televisão” é o título do artigo de Nadia Helena Schneider, membro do Grupo de Pesquisa CEPOS.

Completam a edição duas entrevistas. Uma com a poetisa Maria Carpi sobre seu livro Abraão e a Encarnação do Verbo que será lançado na Unisinos, na próxima quinta-feira, no IHU ideias, às 17h30min. “Sou filha de Abraão e da Encarnação do Verbo”, testemunha a poetisa gaúcha. E outra, mais longa, com Cesare Giraudo, jesuíta italiano, considerado um dos maiores especialistas em liturgia da atualidade, e que esteve recentemente, a convite do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, ministrando um curso sobre Eucaristia e vida.

A todas e todos uma ótima leitura e uma excelente semana!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição