Edição 304 | 17 Agosto 2009

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Essa editoria veicula entrevistas que foram destaques nas Notícias do Dia do sítio do IHU

Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line e disponíveis nas Notícias do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br) de 11-08-2009 a 15-08-2009

Trabalho escravo: um problema que persiste.
Entrevista com Marcos Pedlowski, geógrafo
Confira nas Notícias do dia 11-08-2009
O professor da UFF fala, nesta entrevista, sobre a MP 458, também conhecida como "MP da grilagem", sobre as possibilidades da efetivação da PEC que trata do trabalho escravo, e contextualiza esse problema na conjuntura política do país.
 
''O povo gaúcho merece mais do que 'transparência''
Entrevista com Jacques Alfonsin, advogado
Confira nas Notícias do dia 12-08-2009
O advogado do MST tratou sobre a ação civil pública proposta pelos procuradores da República em Santa Maria contra a governadora do RS.
 
As consequências do rei carro e do imperador presunto.
Entrevista com Luc Vankrunkelsven, filósofo e teólogo
Confira nas Notícias do dia 13-08-2009
O ambientalista dissertou sobre o consumo de carne no mundo e a sua relação com os problemas ambientais. Segundo ele, este problema é globalizado e o aumento do consumo de carne está diretamente relacionado ao poder aquisitivo das pessoas.
 
'O Islã tem como bandeira mais importante o entendimento entre todos os povos'.
Entrevista com Ahmad Ali, fundador da Mesquita de Porto Alegre
Confira nas Notícias do dia 14-08-2009
"Para nós, Mohamed foi quem recebeu as mensagens divinas pelo anjo Gabriel. Para nós, Mohamed é um profeta e foi quem implantou a verdadeira mensagem divina para toda a humanidade. Essa é a diferença entre o Islamismo e as demais religiões", disse o fundador da Mesquita e da Sociedade Islâmica de Porto Alegre, que também participou, nesta última sexta-feira, do evento Religiões do Mundo, aqui no IHU.

Línguas indígenas. Uma riqueza que não pode desaparecer
Entrevista especial Dennis Albert Moore, linguista
Confira nas Notícias do dia 15-08-2009
Pesquisadores da FAPESP anunciaram que cerca de 180 línguas tradicionais dos povos indígenas podem desaparecer. Embora conteste alguns dados desta pesquisa, o linguista estadunidense que vive no Pará, Dennis Albert Moore, aponta questões importantes que estão levando algumas línguas tradicionais ao fim. A principal delas é a falta de linguistas no país, principalmente nos estados onde a presença dos povos indígenas é maior.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição