Edição 298 | 22 Junho 2009

A novidade de Charles Darwin

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Em preparação ao Simpósio Internacional Ecos de Darwin, que ocorrerá de 9 a 12 de setembro de 2009, na Unisinos, o Instituto Humanitas Unisinos — IHU promove o evento A novidade de Charles Darwin

A segunda etapa acontece no próximo dia 23 de junho, terça-feira, quando a Profa. Dra. Anna Carolina Krebs Pereira Regner, da Unisinos, falará a partir do tema “A origem da Origem das espécies”. Ela também é responsável pela terceira etapa do evento, a ser realizada no dia 30 de junho, quando o tema será “A origem das espécies: estrutura de ‘um longo argumento’”. Ambos os encontros acontecem na sala 1G119 do IHU, das 17h30min às 19h.

Em entrevista concedida à IHU On-Line no mês de março deste ano, a professora Anna Carolina considera que certamente não somos mais os mesmos após o legado de Charles Darwin. “Somos melhores”, acredita ela, que será uma das conferencistas do IX Simpósio Internacional IHU: Ecos de Darwin. Para a pesquisadora, especialista em Darwin, a grande contribuição desse cientista “à questão da origem das espécies foi o mecanismo de sua teoria da seleção natural, pela qual se dá a produção de novas e ‘mais aperfeiçoadas’ formas orgânicas”. A respeito da querela criacionismo versus teoria da evolução, Regner explica que “o criacionismo contra o qual Darwin claramente se coloca tem um sentido bem técnico: trata-se da visão de que cada espécie seja fruto de um ato especial de criação”. De acordo com ela, não há incompatibilidade entre a teoria darwiniana e a existência de um Criador ou Deus. Ambas podem ser compatíveis.

A íntegra da entrevista está disponível aqui.

Para obter mais informações, sobre o evento acesse www.unisinos.br/ihu 

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição