Edição 286 | 22 Dezembro 2008

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Paulo de Tarso: a sua relevância atual

“O crescente interesse de tantos pensadores, na atualidade, por Paulo de Tarso é, de fato, um fenômeno fascinante”, constata Hermann Häring, teólogo alemão. Ele se refere a Giorgio Agamben, Alain Badiou, Slavoj Zizek, Jean-François Lyotard, Jacob Taubes, autor do clássico A teologia política de Paulo, que se debruçaram sobre a obra paulina, pois, “todos eles descobrem em Paulo uma força política atual relevante”. Desta maneira, “eles transformam Paulo – querendo ou não – numa figura central de nossa época”, completa o pesquisador dos escritos paulinos, Alain Gignac.

Analisar a contribuição de Paulo de Tarso (10 a 67 d. C.) para a formação do pensamento contemporâneo é a proposta desta última edição, neste ano, da IHU On-Line. Assim, entrevistamos pesquisadores que analisam, sob diferentes prismas, o legado paulino.

Além dos dois pesquisadores acima citados, Hermann Häring, alemão, e Alain Gignac, canadense, também contribuem no debate os filósofos franceses Rémi Brague e Jean-Claude Eslin, Maria Clara Bingemer, decana do Centro de Teologia e Ciências Humanas da PUC-Rio, Eduardo Pereira, pastor presbiteriano, a jornalista Diane Kuperman, e o biblista Jerome Murphy O'Connor.

Recentemente, a revista IHU On-Line discutiu o legado de Lutero. Para a reforma de Lutero, Paulo é fundamental. Nesta edição, Scott Hendrix, professor de teologia do Princeton Theological Seminary, continua o debate sobre o tema. Por sua vez, o exegeta alemão Rudolf Pesch, apresenta as suas últimas pesquisas sobre as narrativas evangélicas do nascimento de Jesus.

Preparando-nos para o grande debate do livro Origem das Espécies, por ocasião do 150º aniversário da publicação da primeira edição e dos 200 anos do nascimento do seu autor, Charles Darwin, entrevistamos Lilian Al-Chueyr Pereira Martins, professora da PUC-SP, e pesquisadora da Unicamp e Roberto de Andrade Martins, professor do Instituto de Física da Unicamp.

Também nesta edição pode ser lida uma entrevista com Roberto Figurelli, crítico literário e de arte, refletindo sobre a ligação entre estética e crítica literária, trazendo, ao mesmo tempo, uma discussão sobre o fenomenólogo Mikel Dufrenne e o filósofo Martin Heidegger, e três poemas inéditos do poeta paulista Dirceu Villa.

A revista voltará a circular, na sua versão eletrônica e impressa, no dia 09-03-2009. A página eletrônica do IHU, no entanto, somente não será atualizada nos dias 25 de dezembro a 06 de janeiro de 2009. No restante do tempo, a página continuará sendo atualizada diariamente.

A todas e todos boas festas de final de ano e um feliz 2009!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição