Edição 275 | 29 Setembro 2008

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Machado de Assis e Guimarães Rosa: intérpretes do Brasil

Hoje, dia 29, faz 100 anos da morte de Machado de Assis e nesta semana realiza-se o Seminário Nacional de Literatura e Cultura Brasileira: Machado e Rosa, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos- IHU, pelos Cursos de Letras e de Formação de Escritores e Agentes Literários e pelo PPG em Lingüística Aplicada da Unisinos.

O evento celebra o centenário de morte de Machado de Assis e o de nascimento de Guimarães Rosa.

Falar de Machado de Assis e Guimarães Rosa, como intérpretes do Brasil, é o tema que propomos como fio condutor desta edição da IHU On-Line, que traz a contribuição de especialistas como João Hernesto Weber, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); João Adolfo Hansen, da Universidade de São Paulo (USP); Luis Augusto Fischer, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Luciana Coronel, do Centro Universitário Metodista IPA, de Porto Alegre; Marcus Alexandre Motta, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Luiz Rohden, do PPG em Filosofia da Unisinos; Flavio Carneiro, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Susana Kampff Lages, da Universidade Federal Fluminense (UFF); Maria Cristina Cardoso Ribas, da PUC-Rio, jornalista Cesar Zamberlan; Leonardo Vieira de Almeida, doutorando em Estudos de Literatura Brasileira, pela PUC-Rio; e Juracy Saraiva, professora na Feevale.

Esta importante e prestimosa edição contou com a qualificada contribuição da Profa. Dra. Eliana Yunes, coordenadora setorial de desenvolvimento do CTCH, e de Gilda Carvalho, assessora da coordenação setorial de desenvolvimento do CTCH e mestranda em Literatura Brasileira na PUC-Rio. Ambas trabalham no Centro de Teologia e Ciências Humanas da PUC-Rio (CTCH), que é parceiro do Instituto Humanitas Unisinos – IHU na produção de mais uma edição desta revista. Que essa parceria, começada há dois anos, possa continuar a produzir outros frutos tão bons quanto esta edição!

Marcio Pochmann, presidente do Ipea, concedeu uma esclarecedora entrevista sobre a última pesquisa do IBGE, a PNAD. Segundo ele, “não temos uma indicação que nos permita dizer que há uma redução na desigualdade do ponto de vista da distribuição funcional da renda, e sim, no que diz respeito à distribuição da renda pessoal do trabalho”.
 
O lingüista holandês Teun A. van Dijk, comentando o livro Racismo e discurso na América Latina (São Paulo: Contexto, 2008), organizado por ele, afirma que há inúmeras semelhanças entre racismos praticados na América Latina e nos Estados Unidos, e que a versão benevolente e cordial brasileira é uma das formas de mitigar o problema.

Também constam desta edição, entre outros textos, um poema inédito, sem título, fazendo referência à Atena, deusa grega da sabedoria, do ofício, da inteligência e da guerra, da paranaense Alice Ruiz, e um comentário sobre o filme Ensaio sobre a cegueira, de Fernando Meirelles.

Uma ótima leitura e uma excelente semana para todas e todos!

Últimas edições

  • Edição 539

    Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

    Ver edição
  • Edição 538

    Grande Sertão: Veredas. Travessias

    Ver edição
  • Edição 537

    A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

    Ver edição