Edição 273 | 15 Setembro 2008

Ciclo de estudos em EAD analisa o desenvolvimento econômico na visão de Joseph Shumpeter

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Bruna Quadros

Para dar seguimento ao ciclo de estudos em Ensino a Distância (EAD) – Repensando os Clássicos da Economia, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, de 22 de setembro a 04 de outubro, o objeto de estudos será a obra de Joseph Shumpeter, no sentido do desenvolvimento econômico.

Nos Cadernos IHU Idéias número 47, publicado em 2006, este foi o assunto em destaque. O conteúdo de O Desenvolvimento econômico na visão de Joseph Shumpeter é de autoria do economista Achyles Barcelos da Costa, mestre em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutor em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente, integra o corpo docente da Unisinos.

Na edição dos Cadernos IHU Idéias dedicado ao tema, Achyles destaca que as transformações experimentadas pela economia mundial desde a década de 1970 renovaram o interesse por um dos economistas mais brilhantes da profissão: Joseph Alois Shumpeter. “Ele é considerado, par excellence, um estudioso do papel da tecnologia na sociedade, ao fazer dessa variável o motor do desenvolvimento econômico”, ressalta o professor. Além disso, na obra, ele destaca que Shumpeter seguiu a trilha de outros grandes economistas como Adam Smith, David Ricardo e Karl Marx. “Shumpeter procurou compreender os movimentos gerais da economia e o destino de um modo particular de produzir em sociedade: o capitalismo.”

No entanto, Achyles enfatiza que, ao contrário dos economistas clássicos, Shumpeter não considerava o crescimento da população e o acúmulo de recursos como os fatores determinantes do desenvolvimento econômico. “Nesse assunto, estava mais perto de Marx, pelo papel relevante que atribuiu ao progresso técnico na dinâmica capitalista”, destaca Achyles.

O conteúdo completo do texto sobre a obra de Shumpeter está disponível em www.unisinos.br/ihu, na versão PDF. 

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição