Edição 251 | 17 Março 2008

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

O belo e o verdadeiro. A tensa e mútua relação entre a literatura e teologia

Literatura e teologia têm algo a ver? A tensa relação entre ambas foi captada, como constata o prof. Waldecy Tenório, por Drummond, quando este escreve um verso que soa como a encruzilhada do eu lírico desesperado: “Meu Deus e meu conflito”. Trata-se de um conflito muito rico, que não pode ser jogado fora nem por uma “literatura edificante” nem por uma “religiosidade melosa”, do estilo new age. Esta tensão, rica e conflituosa, é o tema de capa da IHU On-Line desta Semana Santa.

Assim, entrevistamos Georg Langenhorst, autor do Manual de teologia e literatura, que não acredita num diálogo pacífico entre as duas áreas, mas em “encontros excitantes e frutíferos”, e o presidente da Soter, Afonso Soares, para quem a teologia da revelação tem muito a aprender se adotasse um diálogo mais estreito com a literatura. Já o doutor em Literatura Rafael Camorlinga Alcaraz acredita que literatura e teologia podem colaborar em pé de igualdade, embora com incumbências e objetivos específicos. A teóloga Maria Clara Bingemer, por sua vez, pensa que literatura e teologia podem e devem trabalhar juntas, enquanto o renomado escritor francês Philippe Sollers afirma que “a grande literatura teológica encontra-se principalmente na poesia”, e o especialista americano na narrativa dos textos bíblicos Robert Alter faz um mergulho na especificidade da narrativa bíblica. O professor Waldecy Tenório, da USP, nosso parceiro, afirma que o sagrado e o profano se encontram na literatura, sendo a poesia a última forma de êxtase. E José Augusto Mourão fala sobre a relação entre literatura e teologia em Adélia Prado. Paulo Soethe, coordenador do PPG em Letras da UFPR, escreveu, além do artigo “Teologia e Literatura: a cena alemã”, um depoimento em memória ao trabalho de José Carlos Barcellos, recentemente falecido, e ‘primus inter pares’, no Brasil, na busca da relação entre literatura e teologia. A José Carlos Barcellos, dedicamos esta edição.

Este número da IHU On-Line foi feito em parceria com o professor Waldecy Tenório, a quem agradecemos a possibilidade de termos trabalhado juntos.

Ainda nesta edição, discutimos o projeto de reforma tributária. Sérgio Miranda, profundo conhecedor do tema, analisa criticamente o projeto e denuncia que ela “atinge o coração do sistema social preconizado pela Constituição de 88, ao pôr fim ao orçamento da seguridade social”.

Leia também uma entrevista com Jorge Durán, diretor do filme Proibido proibir, que será exibido nessa semana, no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, na programação do evento Páscoa 2008: Um grito contra a violência, e três poemas inéditos de Adriana Zaparolli.

A próxima edição da IHU On-Line circulará no dia 31 de março, segunda-feira.

A todas e todos, desejamos uma boa leitura, uma ótima Semana Santa e uma feliz Páscoa!

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição