Edição 236 | 17 Setembro 2007

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Entrevistas Especiais feitas pela IHU On-Line e disponíveis nas Notícias do dia do sítio do IHU (www.unisinos.br/ihu) de 10-09-2007 a 16-09-2007

Adorno e a sociedade contemporânea.
Francisco Fianco, professor na UFMG

Confira nas Notícias do Dia 10-09-2007
O professor Francisco Fianco fala sobre o tema “Adorno: Ideologia, cultura de massa e crise da subjetividade”Fianco analisa a Indústria Cultural pensada por Adorno, relaciona-o com Horkheimer, Benjamin, Kierkegaard e Nietzsche e, ainda, disserta sobre a presença da Dialética Negativa na contemporaneidade.

"Construção de usina hidrelétrica no Rio Tibagi é um grande erro".
Rogério Nunes da Silva, secretário executivo da CPT-PR
Confira nas Notícias do Dia 11-09-2007
O secretário executivo da CPT-PR Rogério Nunes da Silva denuncia o processo de planejamento, licenciamento e instalação da Usina hidrelétrica de Mauá no Rio Tibagi. Ele afirma que os procedimentos de construção da usina estão cercados de irregularidades.

As classes médias brasileiras
Waldir Quadros, economista

Confira nas Notícias do Dia 12-09-2007
O economista e professor da Unicamp Waldir Quadros analisa a classe média brasileira e a identifica como aquela camada social que se encontra entre os empresários capitalistas e os trabalhadores, ou mesmo entre ricos e pobres.

Agressividade na infância: um reflexo da violência gerada pela sociedade contemporânea?
Maria Vitória Mamede Maia, doutora em psicologia
 
Confira nas Notícias do Dia 13-09-2007
O mais recente livro de Maria Vitória Mamede Maia, intitulado Rios sem Discurso: reflexões sobre a agressividade da infância na contemporaneidade, traz questionamentos, de cunho ético e político, que tratam das crianças e adolescentes ditos anti-sociais.

Comunicação, significações e indisciplinaridade
José Carlos Rodrigues, professor na PUC-Rio

Confira nas Notícias do Dia 14-09-2007
A sociedade contemporânea, segundo o professor da PUC-Rio José Carlos Rodrigues, pode ser dividida em duas partes: a produtora de símbolos e cultura e a consumidora desses dois produtos. Daí surge um novo conceito de corpo para o ser humano: o corpo consumidor.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição