Edição 223 | 11 Junho 2007

Frases da Semana

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

SÍNTESE DAS FRASES PUBLICADAS DIARIAMENTE NAS NOTÍCIAS DO DIA NO SÍTIO DO IHU.

Renan
"No ano passado, Renan faturou R$ 1,9 milhão no setor agropecuário. Vendeu 784 cabeças de gado. Tem ainda 1.704 reses em estoque. É um ás do agronegócio” – Fernando Rodrigues, jornalista – Folha de S. Paulo, 4-06-2007.

“De um Ph. D. em gado: ‘Renan Calheiros teria de negociair 6.500 cabeças para auferir R$, 1,9 milhão com a venda de gado, como declarou’” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 4-06-2007.

"O senador Renan Calheiros, que sempre defendeu a proibição das armas de fogo, deveria ter dedicado mais atenção às armas brancas, como a navalha" - Bene Barbosa, presidente da ONG Movimento Viva Brasil, ligada à área da segurança pública, sobre os elos entre o presidente do Senado e personagens apanhados na Operação Navalha - Folha de S. Paulo, 4-06-2007.

"O Renan provou que tem renda para sustentar até dez Mônicas" - Romeu Tuma, senador pelo DEM-SP,  logo após a reunião do Conselho de Ética que decidiu pela abertura de processo contra Renan Calheiros (PMDB-AL) - Folha de S. Paulo, 9-06-2007.

“Larry Flynt, o célebre dono da revista pornô Hustler, publicou anúncio de página inteira no
"Washington Post" de domingo oferecendo US$ 1 milhão a quem relatar -em detalhes e com provas- ter vivido caso extraconjugal com algum político. Em Brasília, diz uma voz experiente, R$ 10 mil seriam suficientes para formar fila na praça dos Três Poderes” – Renata Lo Prete, jornalista – Folha de S. Paulo, 5-06-2007.


EpitáFio x EpitáCio

“‘A indicação do senador ‘EpitáFio’ Cafeteira como relator é a garantia de que a representação do PSOL contra Renan Calheiros vai prosperar?’, perguntou um locotor de rádio do interior para o deputado Chico Alencar, do PSOL. E Chico, gaiato: ‘Ele tem um nome a zelar. O EpitáCio não vai querer ser o autor do epitáFio do nosso pedido. E cafeteira não combina com pizzaria’”... O Globo, 7- 06 - 2007.


Xeque-Mate

“O nome da operação é Xeque-Mate, que no xadrez é uma jogada que empareda o rei. Será mera coincidência?” – Ciro Gomes, deputado federal – PSB-CE – O Globo, 7-06-2007.

 “A conduta do presidente, aliás, foi nada menos do que irretocável. Ao que se sabe, não moveu uma palha para impedir que se expedisse o mandado judicial de busca e apreensão na casa de Vavá” - editorial do jornal O Estado de S. Paulo, 7-06-2007.

“Mesmo com toda a onda feita a propósito de Genival Inácio da Silva, a Polícia Federal diz que esse irmão de Lula até recebia uns trocados, mas não cumpria as promessas feitas. Ah, explicam-me, então não é crime: é genético” - Janio de Freitas, jornalista – Folha de S. Paulo, 10-06-2007.


G-8
“Bush e os outros fazem a sua estúpida reunião e mandam que a polícia nos reprima. Eles fazem a guerrra e dizem que os violentos somos nós” – Jonas, alemão de Mannheim que participou das manifestações contra o G-8 em Rostock – La Repubblica, 5-06-2007.


PT de POA

"Petistas de Porto Alegre em pé de guerra: o grupo que apóia a candidatura de Maria do Rosário se considera boicotado pela ala de Tarso Genro, Olívio Dutra e Raul Pont, que prefere o ex-ministro Miguel Rossetto” – Rosane de Oliveira, jornalista – Zero Hora, 5-06-2007.
Etanol

“Este (o etanol) é o mercado do futuro” – Roberto Giannetti da Fonseca, presidente da Ethanol Trading e ex-secretário-executivo da Câmara de Comércio Exterior – Camex – O Globo,7-0-2007.

“Há dois anos, só se falava em soja. Agora, a vedete do momento é o etanol. Essa inflação (da valorização histórica do preço da terra) está estritamente ligada ao etanol” – Jacqueline Dettmann Bierhalds, analista do Instituto FNP – O Globo, 7-06-2007.


Lula e Chávez

"Chávez tem suas razões para brigar com os EUA. E os EUA têm suas razões para brigar com a Venezuela. O Brasil não tem nenhuma razão para brigar com os EUA ou a Venezuela" – Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República – Folha de S. Paulo, 5-06-2007.

“Lula, respondo da mesma maneira: você é um amigo, um grande presidente, humilde, inteligente, que não se deixa pressionar” - Hugo Chávez, presidente da Venezuela - O Estado de S. Paulo, 7-06-2007.

“Eu acho que não dá para ideologizar essa questão da televisão. O mesmo Estado que dá uma concessão é o Estado que pode não dar a concessão. O Chávez teria praticado uma violência se tivesse, após o fracasso do golpe, feito a intervenção na televisão. Não fez. Esperou vencer a concessão. No Brasil vencem concessões sempre e que passam pelo Senado para que haja renovação. Nos Estados Unidos, há concessões. Algumas são renovadas. Vai da visão que cada presidente tem da situação” – Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República – Folha de S. Paulo, 8-06-2007

“Eu não apoiei o Chávez nem no primeiro dia. Nem ontem. Nem hoje. A única coisa que defendo é que aquilo é um problema da Venezuela. Cada país toma conta do seu nariz.” - Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República - O Estado de S. Paulo, 9-06-2007.

“É uma briga que não consigo entender muito bem” - Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República referindo às relações entre EUA e Venezuela que somente melhorarão, segundo Lula, depois da sucessão de George W. Bush - O Estado de S. Paulo, 9-06-2007


Lula e o MST

“Não são só Chávez e Fidel que andam de beicinho com Lula. Dorme, desde agosto, na mesa do presidente um pedido de audiência do MST” - Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 4-06-2007.
ACM

"ACM está preparando o desembarque das suas tropas na base governista" - coluna Radar da revista Veja, nas bancas neste final de semana.


Erundina

"Eu não deixei o PT, o PT é que me deixou. Ainda hoje é uma questão mal resolvida dentro de mim" - Luiza Erundina, ex-prefeita de São Paulo pelo PT e hoje deputada federal pelo PSB-SP - Caros Amigos, maio de 2007.


Paradas

“A julgar pelas paradas de sucesso do momento, São Paulo tem 3,5 milhões de evangélicos, 3 milhões de gays e cada vez menos corintiano” - Tutty Vasques, humorista – NoMínimo, 8-06-2007.


Mano

"O que vem acontecendo comigo nesses dois anos é muito intenso. Logicamente isso me surpreende um pouco, mas me preparei para viver este momento e tenho tido a preocupação de manter os pés no chão" - Mano Menezes, técnico do Grêmio – Folha de S. Paulo, 5-06-2007.


Grêmio
 “O Grêmio não é o time mais técnico, mas é o mais competitivo. E é isso que importa" - Tcheco, jogador do Grêmio depois da classificação para as finais da Libertadores - Folha de S. Paulo, 7-06-1007.

"O futebol brasileiro já conhece muito do futebol do Boca e sua capacidade de disputar finais" - Mano Menezes, técnico do Grêmio – Zero Hora, 8-06-2007.

“O Grêmio talvez precise de uma façanha na Bombonera” – Ruy Carlos Ostermann, jornalista – Zero Hora, 8-06-2007.

"Toca-nos jogar a final com um rival importante. Outra vez com o Boca tratando de romper a hegemonia do futebol brasileiro" - Miguel Russo, técnico do Boca Juniors que enfrentará o Grêmio na final da Libertadores da América - Clarín, 9-06-2007.

"Vi o Grêmio jogar contra o Santos e creio que é uma equipe forte, mas também vulnerável quando é atacada" - Palermo, jogador do Boca Juniors - Página/12, 9-06-2007.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição