Edição 514 | 30 Outubro 2017

Linha do tempo

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Confira algumas notícias publicadas no sítio do Instituto Humanitas Unisinos - IHU

Nove milhões de mortes por ano: a poluição mata 15 vezes mais do que as guerras

A poluição tornou-se a mais séria ameaça à saúde. Em 2015 causou 9 milhões de mortes, um sexto do total. Três vezes maior que o efeito combinado de aids, malária e tuberculose, e 15 vezes mais do que todos os conflitos armados e outras formas de violência.

Reportagem de Antonio Cianciullo, publicada por Repubblica em 20-10-2017.

**********

Custo de denúncias contra Temer alcança R$ 32,1 bi

A negociação política para barrar duas denúncias criminais contra o presidente Michel Temer tem um custo que pode chegar a R$ 32,1 bilhões. Essa é a soma de diversas concessões e medidas do governo negociadas com parlamentares da Câmara entre junho e outubro.

Reportagem de Felipe Frazão, publicada por O Estado de S. Paulo em 25-10-2017.

**********

Brasil tem 13 milhões de analfabetos e não consegue redução há três anos, diz Unesco

O Brasil ainda tem 13 milhões de analfabetos e não consegue reduzir esse número há três anos, segundo relatório da Unesco. A conclusão é que faltam incentivos para a educação profissionalizante e para o aluno terminar o ensino médio.

Reportagem publicada por G1 em 24-10-2017.

**********
Relatório final de CPI identifica que empresas privadas devem R$ 450 bilhões à Previdência

O senador Hélio José (Pros-DF) apresentou seu relatório final na CPI da Previdência, no qual defende que a Previdência Social não é deficitária.

A reportagem é publicada por Agência Senado, 23-10-2017.

**********

Emissão de gases estufa do Brasil tem maior crescimento em 13 anos

As emissões brasileiras de gases do efeito estufa aumentaram 8,9% de 2015 a 2016. É o segundo ano consecutivo de crescimento – o maior desde 2004 –, e, mais uma vez, desmatamento e agropecuária pesaram na conta.

A reportagem é de Philippe Watanabe, publicada por Folha de S. Paulo em 26-10-2017.

**********

STF suspende novas regras do trabalho escravo por ferir princípios da Constituição

A ministra Rosa Weber, do STF, concedeu uma liminar, pedida pelo partido Rede Sustentabilidade, que suspende a portaria do governo Temer que altera — e reduz — a fiscalização ao trabalho escravo.

Reportagem de Felipe Betim publicado por El País em 24-10-2017.

Últimas edições

  • Edição 551

    Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

    Ver edição
  • Edição 550

    Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

    Ver edição
  • Edição 549

    Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

    Ver edição