Edição 249 | 03 Março 2008

Editorial

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU Online

Mulheres e a sociedade contemporânea. Conquistas e desafios

Iniciamos hoje mais um ano de publicação semanal da revista IHU On-Line. Já é o oitavo ano!

Na semana do Dia Internacional da Mulher, debatemos o papel e a importância da mulher em nossa sociedade, que muda sob o impacto das tecnologias da informação.

Para enriquecer o debate com diversos enfoques, entrevistamos pesquisadores e pesquisadoras que se dedicam à problemática de gênero relacionada com o mundo do trabalho, a tecnologia e a ciência. A pesquisadora Darli de Fátima Sampaio, do Cepat, de Curitiba/PR, analisa as transformações da mulher no mundo do trabalho e afirma que não há limites para a capacidade criadora, transformadora e de trabalho das mulheres. A pesquisadora argentina Maria Elina Estébanez, acredita que ainda não se avançou tão claramente no acionar político e na definição de políticas específicas para o sucesso da eqüidade de gênero. Entrevistamos também a antropóloga Mirian Goldenberg, que faz uma análise das transformações nos modelos familiares. Por sua vez, Adriana Braga, doutora em Ciências da Comunicação, aborda o tema Maternidade Eletrônica: a perspectiva feminina na cibercultura, o qual que ela aprofundará no IHU Idéias da próxima quinta-feira.

A renúncia de Fidel Castro à presidência de Cuba e os desafios futuros para a Revolução Cubana foram intensamente discutidos nas Notícias do Dia do sítio do IHU. Aprofundando o debate, entrevistamos Helio Doyle, da Universidade de Brasília (UnB), o historiador Daniel Aarão Reis, e o jornalista e escritor Eric Nepomuceno sobre o mesmo tema.

Hugo Assmann, falecido no último dia 22 de fevereiro, foi um dos pioneiros da Teologia da Libertação. Além dos artigos publicados no sítio do IHU, Antonio Cecchin, que com ele trabalhou, nos anos 1960, em Porto Alegre, dá o seu testemunho sobre o então padre e pastoralista Hugo Assmann. Um artigo sobre Karl-Josef Kuschel, professor da Universidade de Tübingen, que dialoga, a partir da literatura, com a teologia, uma resenha sobre o filme Sangue negro e o poema “Parada de Lucas”, da carioca Claudia Roquette-Pinto, entre outras matérias, completam esta edição.

A todas e todos uma excelente semana e uma boa leitura!

Últimas edições

  • Edição 551

    Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

    Ver edição
  • Edição 550

    Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

    Ver edição
  • Edição 549

    Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

    Ver edição