Edição 471 | 31 Agosto 2015

Retrovisor

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

Releia algumas das edições já publicadas da IHU On-Line.
1964. Um golpe civil-militar. Impactos, (des)caminhos, processos

1964. Um golpe civil-militar. Impactos, (des)caminhos, processos

Edição 437 - Ano XIV - 17.03.2014

O Instituto Humanitas Unisinos - IHU, por meio de duas edições da IHU On-Line (esta e um segundo número, a ser lançado em 31-03-2014), assim como do Ciclo de Estudos 50 anos do Golpe de 64: Impactos, (des)caminhos, processos, faz mais do que resgatar a história e seus impactos em nossas sociedades. Busca realizar um manifesto à memória, à vida e ao direito de ser e viver em um país livre. Em sinal de respeito a todas as vítimas — os sobreviventes e os que tiveram menos sorte —, apresentamos esta edição.

 

O sistema prisional brasileiro. Um espelho da sociedade

Edição 293 - Ano IX - 18.05.2009

“São 5 mil presos num espaço para 1,8 mil. A maioria das celas está em ruínas. Imagine, então, que numa galeria para 150, estão 450 presos. Nestas galerias, sem divisão alguma, os presos se misturam em grandes bandos.” Assim o jornalista gaúcho Daniel Scola descreve o caos do Presídio Central de Porto Alegre. Ele é um retrato do sistema prisional gaúcho e brasileiro. “Muitas pessoas me perguntam qual é a marca de um presídio”, relata o jornalista. E responde: “Para mim, é o cheiro de esgoto”. Sim, o sistema prisional brasileiro e gaúcho exala um cheiro fétido de decomposição.

 

Os desafios da justiça e as políticas para uma cultura da paz

Edição 160 - Ano V - 17.10.2005

Nesta semana, de 19 a 21 de outubro, professores e pesquisadores de diversas partes do mundo, inclusive da América Latina e do Brasil,estarão na Unisinos, realizando o IX Simpósio da Associação Ibero IX Simpósio da Associação Ibero IX Simpósio da Associação Ibero-Americana de Fi Americana de Fi Americana de Filosofia Política losofia Política losofia Política e debatendo o tema Os desafios da justiça e as políticas para uma cultura da paz. O encontro refletirá os paradoxos contemporâneos. De um lado, faz-se presente uma opinião pública mundial que apela, com vigor, por valores humanistas, como a justiça e a cultura da paz. Do outro, observa-se a existência de novos cenários de guerra, em que a insegurança e o fanatismo transformam os modos de convivência que herdamos do século passado.

Últimas edições

  • Edição 515

    Renúncia suprema. O suicídio em debate

    Ver edição
  • Edição 514

    Lutero e a Reforma – 500 anos depois. Um debate

    Ver edição
  • Edição 513

    Bioética e o contexto hermenêutico da Biopolítica

    Ver edição