Edição 381 | 21 Novembro 2011

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU On-Line

Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line e disponíveis nas Notícias do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br) de 15-11-2011 a 21-11-2011

Decrescimento e a busca de uma sociedade convivial
Entrevista especial com José Eustáquio Diniz Alves, demógrafo e professor titular do mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – Ence/IBGE
Confira nas Notícias do Dia de 15-11-2011
A teoria do decrescimento visa garantir a qualidade de vida das pessoas e a preservação ambiental sem reproduzir a lógica do crescimento infinito do consumo. Discutir o tema é “essencial para desmistificar o ‘fetiche do crescimento ilimitado da população e do consumo’” e o “fetiche da exploração ilimitada dos recursos naturais”, diz o docente.

“Precisamos nos livrar da palavra desenvolvimento, mesmo que ela venha acompanhada do adjetivo sustentável”
Entrevista especial com Carlos Alberto Pereira Silva, professor adjunto da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e coordenador do Laboratório Transdisciplinar de Estudos em Complexidade
Confira nas Notícias do Dia de 16-11-2011
Pensar outro modelo de desenvolvimento econômico, social e político requer transformações de hábitos adquiridos há séculos e intensificados desde o surgimento do capitalismo.

Quilombolas: “sujeitos de direitos fundiários e histórico-culturais”
Entrevista especial com Rose Leine Bertaco Giacomini, geógrafa
Confira nas Notícias do Dia de 17-11-2011
Para as comunidades quilombolas, a terra é pensada como propriedade comum ao grupo. Além disso, o direito à posse definitiva das terras quilombolas traz para as comunidades um avanço histórico e político, além de representar a conquista do direito de exercer a cidadania.
 

Violação das regras de biossegurança: a questão dos transgênicos
Entrevista especial com Gabriel Fernandes, agrônomo
Confira nas Notícias do Dia de 18-11-2011
Os transgênicos, até hoje, não trouxeram nenhum benefício para o consumidor. “A produção de transgênicos apenas será reduzida quando os consumidores de forma geral passarem a ter mais interesse em saber de onde vem sua comida e virem no consumo uma opção política também”, enfatiza.

Últimas edições

  • Edição 515

    Renúncia suprema. O suicídio em debate

    Ver edição
  • Edição 514

    Lutero e a Reforma – 500 anos depois. Um debate

    Ver edição
  • Edição 513

    Bioética e o contexto hermenêutico da Biopolítica

    Ver edição