Edição 546 | 16 Dezembro 2019

Retrospectiva Revista IHU On-Line 2019

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Ricardo Machado

Com esta edição, a revista IHU On-Line contabiliza 15 números publicados em 2019. A pluralidade de temas e debates, novamente, marca presença, passando por veganismo, mística, literatura, filosofia e conjuntura política. Para recordar os eixos centrais de cada uma das edições, que ao todo tiveram mais de 130 entrevistas e artigos, preparamos esta reportagem especial para as leitoras e os leitores da IHU On-Line.

EDIÇÃO 532 – Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

 

Na primeira edição do ano, o veganismo foi o carro-chefe do tema de capa. A questão levantada pelos adeptos desse tipo de dieta alimentar é a violência que envolve os abates e os modos de produção de alimentação animal. O tema veganismo, entretanto, é mais do que não comer carne em razão da forma como os animais são mortos, é uma recusa a todo o sofrimento a que esses seres são sujeitados para se tornarem “bens de consumo”. É também não humanizar os bichos, respeitando-os como parte de um projeto comum.

EDIÇÃO 533 – Direito à Moradia, Direito à Cidade

 

Um tema sensível e histórico da realidade brasileira, a questão do direito à moradia e à cidade, foi tratado na edição 533 da IHU On-Line, levantando o debate sobre os sistemáticos processos patrimonialistas de divisão do espaço urbano, que se conectam aos dispositivos de permanência da desigualdade social. A Constituição Brasileira de 1988 consagrou o Direito à moradia como um Direito fundamental da pessoa humana. O desafio tem sido o de fazer valer o Direito Constitucional à moradia e à fiscalização do uso social da propriedade privada.

EDIÇÃO 534 – Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

 

Pensar a vida por sua dimensão mística é um exercício que recorrentemente aparece na IHU On-Line. Por ocasião da Páscoa, retomamos o pensamento e a inspiração mística de Etty Hillesum. Fazer memória, sobretudo nos tempos presentes, toma a dimensão de um projeto ético de defesa à vida e às formas de vida. Nesse sentido relembramos a experiência mística de Etty Hillesum nos campos de concentração da Segunda Guerra. Sua arma contra o nazifascismo era um canto de alegria em meio às dificuldades.

EDIÇÃO 535 – No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

 

A questão trabalhista no Brasil, com a reforma implementada nos últimos anos, foi um duro golpe na classe trabalhadora. Aliás, o dia dos trabalhadores e das trabalhadoras de 2019 foi marcado pelo tripé de retirada de direitos: a reforma trabalhista, a Emenda Constitucional nº 95 que limita, por 20 anos, os gastos públicos e a reforma previdenciária. A tríade do retrocesso joga as conquistas das populações mais vulneráveis em uma espécie de triângulo das bermudas dos direitos sociais e do contínuo processo de desestruturação do mercado de trabalho.

EDIÇÃO 536 – Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

 

As profundas transformações da adolescência que constituem uma verdadeira ebulição na vida do ser humano foi tema da edição 536 da IHU On-Line. Momento de muita expectativa, vontade de assumir o mundo com protagonismo, traz também medo e apreensões diante do atual momento, em que as transformações são das mais diferentes ordens e se dão a todo instante e sob vários aspectos. Apesar dos desafios, essas novas gerações assumem um protagonismo, como da jovem sueca Greta Thunberg, eleita personalidade do ano pela Time, que levanta multidões de jovens pelo mundo a fora.

EDIÇÃO 537 – A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

 

O Papa Francisco convocou um evento a ser realizado em Assis, Itália, nos dias 26 a 28 de março de 2020, em que se debaterá a realização de um pacto por “uma economia diferente, que faz viver e não mata, inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, cuida da criação e não a deprecia”. A IHU On-Line 537 teve como foco contribuir neste debate e delinear possibilidades de uma outra economia, consciente das impossibilidades impostas pela fagocitose do capital.

EDIÇÃO 538 – Grande Sertão: Veredas. Travessias

 

Toda a filosofia do Sertão expressada na poética de Guimarães Rosa foi tema da edição 538. Travessia. Essa é a outra forma que Guimarães Rosa encontrou de nos ensinar a escrever e dizer a palavra vida. A última palavra de sua obra Grande Sertão: Veredas é que liga o fio do tempo, o passado e o presente de um Brasil que, tanto antes como agora, é o país que poderia ter sido, mas nunca foi. A jagunçagem, para usar um termo do autor, é uma forma política presente em muitas instâncias e nos joga diante de desafios e contradições enormes.

EDIÇÃO 539 – Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

 

Costurada por múltiplas dimensões, as edições da IHU On-Line vão conectando-se umas às outras, como é o caso da edição das juventudes, das reformas que, unidas a essa edição, traçam um panorama da atual conjuntura. O anúncio do programa Future-se teve como pilar de sustentação a proposta de abertura das universidades a parcerias com a iniciativa privada, gestão descentralizada e sem a presença da máquina estatal, além do financiamento associado a fundos de investimentos no mercado de capitais. Debater as consequências da proposta foi o tema dessa edição.

EDIÇÃO 540 – Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

 

Para celebrar as quatro décadas de uma das mais importantes obras, senão a mais importante, de Hans Jonas, a IHU On-Line dedicou o tema de capa ao livro O princípio responsabilidade. Ensaio de uma ética para a civilização tecnológica. Os tempos atuais atestam sua profunda atualidade em um mundo cuja Revolução 4.0 suspende uma série de preceitos modernos – com seu exponencial desenvolvimento tecnológico e radical indigência aos valores de humanidade – e nos convoca a reconstruirmos uma ética compatível com as novas realidades.

EDIÇÃO 541 – Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

 

A nova ofensiva contra os planos de saúde privados foi tema da edição 541 da IHU On-Line. Ao contrário do que se imagina, e que normalmente ocorre quando o tema é privatização, a ideia não é acabar com o SUS e conceder a empresas a gestão e a assistência à saúde. O sonho das operadoras é liberdade de mercado para venderem e entregarem somente o que quiserem, empurrando para o sistema público o que é mais oneroso e pode prejudicar seus lucros. Constitui-se uma espécie de relação parasitária entre planos privados de saúde e o SUS.

EDIÇÃO 542 – Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

 

A retomada do pensamento de Vilém Flusser em perspectiva com os desafios contemporâneos foi tema do número 542 da IHU On-Line. Nascido em Praga, em 1920, na República Tcheca, Flusser viveu no Brasil após fugir dos horrores da Segunda Guerra Mundial. O pensamento de Flusser vislumbrava, décadas antes do advento de inúmeros dispositivos eletrônicos presentes na vida contemporânea, como as sociedades tecnocientíficas exigiriam novos modos de compreender, existir e viver em um mundo prenhe de possibilidades.

EDIÇÃO 543 – Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

 

Na IHU On-Line 543 foi retomado que o pensamento dos povos nativos do Brasil em uma perspectiva de reflexão teórica profunda exige desestabilizar o cânone de uma forma de estar no mundo baseada exclusivamente na lógica predicativa. Pensar para além da obsessão do ente foi um exercício, em alguma medida, tentado por uma vertente do Modernismo Brasileiro, que encontrou nas cosmologias ameríndias a inspiração para um movimento ético, estético e teórico que dá tintas tropicais a um pensamento tipicamente brasileiro.

EDIÇÃO 544 – Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

 

Os avanços científicos e tecnológicos que têm atravessado os mais variados aspectos da vida foi o tema de debate da IHU On-Line 544. Diante dessa constatação, a sociedade não tem mais como recusar, dar às costas aos saltos que a tecnologia tem dado na chamada Revolução 4.0. Dentre as questões emergentes nesse contexto, estão os usos das tecnologias em perspectiva com os seres humanos e a necessidade de uma relação de não subserviência às máquinas. Com atenção especial à saúde, a edição levanta o questionamento sobre o cuidado e a formação desses profissionais para as sociedades do futuro.

EDIÇÃO 545 – Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

 

Ultrapassar a aparência imediata de produtos da cultura popular oferece inúmeras camadas de compreensão da sociedade, tanto em suas dimensões éticas – valores e princípios –, quanto em sua dimensão estética – da reconfiguração do bom e do belo. Com o desejo de compreender as complexidades em jogo nesses processos, a revista IHU On-Line 545 dedicou seu tema de capa aos debates em torno da Cultura Pop, reunindo entrevistas de pesquisadoras e pesquisadores de todo o país. ■

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição