Edição 523 | 04 Junho 2018

Retrovisor

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Redação

A potência das ruas em debate
Edição 434 – Ano XIII – 9 -12-2013

Nos meses de junho a outubro de 2013, o Brasil foi sacudido pela movimentação das ruas. As grandes manifestações do mês de junho não cessaram nos meses seguintes. Os protestos foram tema de debate nas publicações do Instituto Humanitas Unisinos - IHU. Nessa edição da IHU On-Line, o debate foi retomado. Pesquisadores e professores discutem as mobilizações e a violência que têm acompanhado as mesmas.

Política de alianças: entre a necessidade e os limites
Edição 398 – Ano XII – 13-8-2012

Nesse ano eleitoral a campanha estava nas ruas. Perplexa, a opinião pública havia assistido às alianças partidárias feitas para as próximas eleições municipais. A revista IHU On-Line entrou no debate e discutiu a necessidade e os limites, também necessários, das alianças políticas. Contribuem no debate Luiz Werneck Vianna, Roberto Romano, Renato Janine Ribeiro, Maria Victoria de Mesquita Benevides, Marco Aurélio Nogueira, José Antonio Spinelli e Jairo Nicolau.

O mundo moderno é o mundo sem política. Hannah Arendt 1906-1975
Edição 206 – Ano VI – 27-11-2006

Se, para os gregos, o projeto político era “viver bem”, para a modernidade é “sobreviver”. Assim afirma Miroslav Milovic, professor da UnB, refletindo sobre o legado de Hannah Arendt, “o mundo moderno é o mundo sem a política, o mundo da economia e das condições da sobrevivência”, ou seja, “a modernidade, aproximando o privado e a natureza da política, anuncia uma específica despolitização”. Nessa edição da IHU On-Line, a política na modernidade e o pensamento de Hannah Arendt pautam as discussões.

Últimas edições

  • Edição 526

    Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

    Ver edição
  • Edição 525

    Karl Marx, 200 anos - Entre o ambiente fabril e o mundo neural de redes e conexões

    Ver edição
  • Edição 524

    Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

    Ver edição