Edição 515 | 13 Novembro 2017

Linha do tempo

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Brasil pode voltar ao Mapa da Fome, diz líder do órgão da ONU para a alimentação

"Se o Brasil não conseguir retomar o crescimento econômico, gerar empregos de qualidade e ter um programa de segurança alimentar voltado especificamente para as zonas mais deprimidas, nós podemos, infelizmente, voltar a fazer parte do Mapa da Fome da FAO”, afirma José Graziano da Silva, em entrevista.

Confira o resumo da entrevista feito pelo IHU e publicada em Notícias do Dia do IHU, em 6-11-2017

**********
Por que este é o momento mais perigoso para a humanidade?

De acordo com o relógio simbólico do fim do mundo, criado pelo Boletim dos Cientistas Atômicos, chegar à meia-noite significa o abismo, e as condições atuais da humanidade nos levaram às 23h57 e 30 segundos. É o ponto mais próximo do cataclismo final, desde que a ex-URSS e os EUA exibiram seu poderio termonuclear em 1953.

Reportagem de Javier Salas, reproduzida em Notícias do Dia do IHU, em 7-11-2017.

**********
''A renda básica gera mais equidade''


“Claramente, o crescimento não pode ser uma solução estrutural para o desemprego.” É uma premissa central, não exatamente ortodoxa, que, ao longo das décadas, alimentou a reflexão do belga Philippe Van Parijs sobre a oportunidade de corrigir os desequilíbrios socioeconômicos contemporâneos, introduzindo uma renda básica para todos os cidadãos de um país.

Entrevista, feita por Daniele Zappalà, com Philippe Van Parijs reproduzida em Notícias do Dia do IHU, em 7-11-2017.

**********
Judith Butler, o MBL e o fim da democracia

Nada confirma mais os tempos obscuros, a obtusidade e a desinformação de certos setores da direita brasileira que protestaram no último dia 27 contra a presença da filósofa norte-americana Judith Butler no Brasil para participar do seminário Os Fins da Democracia, em novembro, no Sesc Pompéia, em São Paulo. Nem mesmo a própria professora de Berkeley sequer entendeu a reação à sua presença.

Entrevista com Judith Butler, reproduzida em Notícias do Dia do IHU, em 8-11-2017. 

**********
Amazônia Resiste: Belo Monte está de pé, mas precisa de mais dinheiro para ficar pronta

Com mais de 96% das obras concluídas e 12 de suas 24 turbinas produzindo energia em operação comercial, a Usina de Belo Monte, que exigiu R$ 38,6 bilhões de investimentos públicos e privados até agora, tem pelo menos três desafios pela frente: escoar sua energia, remunerar seus investidores e impactar positivamente o ambiente de produção e comercialização de energia do Brasil.

Reportagem de Tânia Caliari, reproduzida em Notícias do Dia no IHU, em 9-11-2017.

**********
Os muito ricos sonegam sem culpa

Henrique Meirelles, envolvido no vazamento da Appleby. Ministro usou argumento de praxe, lembrando que suas aplicações “offshore” são legais e foram declaradas à Receita. “O problema”, diz o texto, “é que uma parte cada vez maior da opinião pública julga estas práticas ilegítimas”.

Análise de Nick Hopkins, reproduzida em Notícias do Dia do IHU, em 10-11-2017.

Últimas edições

  • Edição 515

    Renúncia suprema. O suicídio em debate

    Ver edição
  • Edição 514

    Lutero e a Reforma – 500 anos depois. Um debate

    Ver edição
  • Edição 513

    Bioética e o contexto hermenêutico da Biopolítica

    Ver edição