Edição 511 | 25 Setembro 2017

Diáconas na Igreja Maronita

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

 

O número 124 dos Cadernos Teologia Pública apresenta o artigo de Phyllis Zagano, doutora em Teologia na State University of New York at Stony Brook, pesquisadora sênior e professora de Religião na Universidade Hofstra, em Hempstead, NY, EUA. Desde 2 de agosto de 2016, integra
a Comissão Papal sobre Mulheres no Diaconato, no Vaticano. O texto traz um estudo que examina a inclusão de diáconas nos cânones do Sínodo Nacional do Monte Líbano de 1736, que formalizou a latinização da Igreja Maronita, “dispondo sobre a codificação de sua lei específica”, explica a autora. “Os cânones foram aprovados in forma specifica pelo papa Clemente XII e jamais foram modificados ou anulados, evidenciando, assim, a legitimidade de ordenar diáconas na Igreja Católica”, completa.

Acesse a versão completa desse Cadernos Teologia Pública.

Esta e outras edições dos Cadernos Teologia Pública também podem ser obtidas diretamente no Instituto Humanitas Unisinos – IHU, no campus São Leopoldo da Unisinos (Av. Unisinos, 950), ou solicitadas pelo endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Informações pelo telefone (51) 3590–8213.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição