Edição 509 | 21 Agosto 2017

Linha do tempo

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Confira algumas notícias públicas recentemente no sítio do Instituto Humanitas Unisinos - IHU

Distritão, a pior reforma política possível segundo especialistas

O distritão, a proposta em debate na Câmara para mudar radicalmente a forma de eleger deputados e vereadores no Brasil, é considerado muito fácil de entender como funciona: caso aprovada para as eleições de 2018, apenas os candidatos mais votados serão eleitos, abandonando o sistema que leva em consideração os votos do partido como um todo, e não só dos indivíduos.

Reportagem de Felipe Betim, publicada por El País, em 16-8-2017 e reproduzido nas Notícias do Dia.

***

Charlottesville: polêmica sobre Trump, que não condena explicitamente a extrema-direita

Uma tempestade se abateu contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cujas palavras são consideradas neutras demais contra os representantes da extrema direita que deram origem a uma manifestação em Virgínia, durante a qual houve confrontos e violências.

Reportagem de Piera Matteucci, publicada no jornal La Repubblica e reproduzido nas Notícias do Dia, em 13-8-2017.

***

Outra vez o método Trump gera escândalo no Twitter

Após uma condenação inicial impecável, que incluiu a oferta de ajuda a Espanha, Donald Trump enlameou, ontem, a repulsa ao ataque terrorista, em Barcelona, com uma menção a um obscuro episódio do passado estadunidense, na qual, além disso, pareceu apoiar execuções massivas.

Artigo completo, publicado por Página/12 e reproduzido nas Notícias do Dia.

***

Estados Unidos, as origens do novo racismo

“O novo racismo é também racismo de reação: dos brancos deserdados e não ricos contra os negros ainda mais deserdados e paupérrimos. Pobres contra pobres, mas em nome da raça, nunca da classe”, escreve a cientista política italiana Nadia Urbinati, professora da Columbia University e ex-professora da Unicamp.

Artigo completo, La Repubblica e reproduzidos nas Notícias do Dia.

***

Brasil regride no combate à fome e na garantia da segurança alimentar

Versão-síntese do Relatório do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) mostra resultados extremamente preocupantes para o Objetivo 2 (Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura).

Reportagem de Ana Luíza Matos de Oliveira, publicada por Fundação Perseu Abramo – FPA, em 14-8-2017.

***

O país da Casa-grande

“A democracia dos patrícios, observada de uma perspectiva realista e sombria, revela a enorme capacidade de sobrevivência dos poderes dos donos. Depois do interregno de três mandatos comprometidos com programas de avanço popular, o povo brasileiro assiste ao eterno retorno do mesmo: mudam as máscaras, mas não os rumos, nem sequer os pretextos.”

Artigo de Luiz Gonzaga Belluzzo, publicado por CartaCapital, em 16-8-2017.

Últimas edições

  • Edição 538

    Grande Sertão: Veredas. Travessias

    Ver edição
  • Edição 537

    A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

    Ver edição
  • Edição 536

    Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

    Ver edição