Edição 408 | 12 Novembro 2012

Destaques On-Line

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

IHU On-Line

Entrevistas especiais feitas pela IHU On-Line no período de 06-11-2012 a 12-11-2012, disponíveis nas Entrevistas do Dia do sítio do IHU (www.ihu.unisinos.br).

Sucumbíos: disputa entre dois modelos de Igreja
Entrevista especial com Ruth Elvira Sánchez, missionária leiga da ISAMIS, e Rosso e Silvio Cumbicus, líder de organizações populares e atua nas CEBs na paróquia Cristo Ressuscitado. É coordenador da Pastoral Social da ISAMIS
Confira nas Notícias do Dia de 06-11-2012
Acesse no link http://bitly.com/Pjh8dq
Os Arautos do Evangelho “iniciaram uma campanha que ainda não terminou, campanha que desejou mostrar a Igreja Comunidade, de Sucumbíos, como um pequeno grupo, tentando rotulá-la como seita”, dizem os membros da Igreja de São Miguel de Sucumbíos – ISAMIS, do Equador.

Guarani-Kaiowá. “Uma luta que já dura um século”
Entrevista especial com Marco Antônio Delfino de Almeida, procurador do Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul
Confira nas Notícias do Dia de 07-11-2012
Acesse no link http://bit.ly/TvCWnQ
Recentemente os guarani-kaiowá enviaram uma carta-protesto ao Ministério Público Federal, exigindo a demarcação de suas terras tradicionais no Mato Grosso do Sul e ameaçando cometerem suicídio coletivo. O documento gerou manifestações nas redes sociais e ecoou em Brasília. Segundo o entrevistado, “é importante que as pessoas ‘gritem virtualmente’ para que os guarani-kaiowá não morram silenciosamente como morreram nos últimos cem anos”.

Reservas indígenas são “confinamentos”
Entrevista especial com Tonico Benites, antropólogo guarani-kaiowá, doutorando pela UFRJ
Confira nas Notícias do Dia de 08-11-2012
Acesse no link http://bit.ly/SvJRw8
“Os indígenas guarani e kaiowá estão confinados, vigiados e sem autonomia em pequenos espaços de terra, denominados ‘reserva indígena’”, denuncia o antropólogo. “Antes da criação da ‘reserva indígena’, os guarani e kaiowá viviam de modo autônomos, saudáveis e não passavam fome nem miséria”.


MP 579: um programa de privatização pior do que o do governo FHC
Entrevista especial com Joaquim Francisco de Carvalho, engenheiro, pesquisador associado ao Instituto de Energia e Eletrotécnica da USP
Confira nas Notícias do Dia de 09-11-2012
Acesse no link http://bit.ly/UzaErD
“Às vezes as pessoas não estão preparadas para assumir determinados cargos relacionados ao setor. Basta ver que a Dilma, quando foi ministra de Minas e Energia, fez muita coisa errada, e tampouco pensou em investir em energia eólica ou solar”, declara o engenheiro.

Últimas edições

  • Edição 546

    Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

    Ver edição
  • Edição 545

    Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

    Ver edição
  • Edição 544

    Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

    Ver edição